• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chapecoense admite risco de perder técnico Guto Ferreira para o São Paulo

Esportes

Chapecoense admite risco de perder técnico Guto Ferreira para o São Paulo

O clube está confiante de que conseguirá manter o treinador e aposta nele para fazer o planejamento da próxima temporada. A Chapecoense não corre mais riscos de rebaixamento no Brasileiro

Clube corre risco de perder técnico  Foto: Divulgação/Chapecoense Oficial

São Paulo - Um possível alvo do São Paulo para técnico no ano que vem ainda tem futuro indefinido em 2016. Guto Ferreira, da Chapecoense, não resolveu se continua para trabalhar na próxima temporada e a própria diretoria do clube catarinense admite que, em caso de proposta oficial vinda do time do Morumbi, será complicado manter o comandante no cargo.

O treinador chegou ao clube em setembro com o papel de evitar o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Essa missão já foi cumprida e o trabalho tem como bônus a campanha histórica na Copa Sul-Americana. A Chapecoense chegou até as quartas de final da competição, até ser eliminada pelo River Plate em um mata-mata bastante disputado. O bom trabalho conquistou a diretoria, que quer renovar com o técnico.

O contrato dele vai até o fim da temporada e a renovação não foi acertada. "Esperamos definir tudo até o jogo com o Atlético-MG, pela última rodada. Mas, se surgir algo vindo do São Paulo, a gente tem grande chance de perder o Guto", disse o diretor de futebol da Chapecoense, Mauro Stumpf. "Somos um clube pequeno e, apesar da boa organização, não temos como competir com os grandes."

O clube está confiante de que conseguirá manter o treinador e aposta nele para fazer o planejamento da próxima temporada. A Chapecoense não corre mais riscos de rebaixamento no Brasileiro e quer antecipar a preparação para 2016. A manutenção do treinador é parte importante nesse rascunho e tem prestígio na equipe por defender a série de oito jogos de invencibilidade no Brasileiro, incluindo vitórias sobre Grêmio, Inter, Palmeiras e Fluminense.