• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chiquinho espera substituir Zeca e cobra Santos mais forte fora de casa

Esportes

Chiquinho espera substituir Zeca e cobra Santos mais forte fora de casa

jogador admite que ainda não assegurou sua entrada na equipe, mas afirmou nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, que espera aproveitar a provável chance no time

Chiquinho poderá assumir lateral esquerda do Santos em Florianópolis Foto: Estadão Conteúdo

Santos - Com o titular Zeca suspenso, o Santos deverá ter Chiquinho como titular da lateral esquerda no jogo contra o Joinville, neste domingo, às 18 horas, em Santa Catarina, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador admite que ainda não assegurou sua entrada na equipe, mas afirmou nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, que espera aproveitar a provável chance no time ao elogiar os seus companheiros de posição.

"Zeca é um excelente jogador, vem fazendo um ótimo campeonato, ele conquistou a vaga. Hoje eu estou tendo a oportunidade de estar atuando na esquerda, caso Dorival acabe optando por mim, já que também tem o Caju treinando muito bem. Quem o Dorival optar vai estar ajudando o time", afirmou o jogador.

Chiquinho ainda enfatizou a necessidade de o Santos melhorar o seu fraco desempenho fora de casa neste Brasileirão, no qual acumulou uma mísera vitória, seis empates e nove derrotas em confrontos longe da Vila Belmiro.

"Precisamos manter o mesmo ritmo que estamos tendo na Vila Belmiro. Usar mais o contra-ataque, que é o nosso forte. Precisamos fazer isso também fora de casa. Contra-ataque rápido, toque de bola. Vamos procurar fazer isso no campo do Joinville, faturar mais três pontos e continuar no G4", ressaltou.

O lateral também enalteceu a grande arrancada que o Santos teve neste Brasileirão, no qual chegou a amargar as últimas posições antes da contratação do técnico Dorival Júnior. "Desde o início do ano se falou que o Santos não ia chegar, que o time ia disputar para não cair. E dentro de campo mostramos algo totalmente diferente. Somos uma família dentro e fora de campo. Os que estão fora de campo torcem para os que estão jogando. Isso que tornou o nosso time forte. Vamos manter isso até o final do ano, ir em busca do nosso objetivo que é a Libertadores", projetou.

Chiquinho, por sua vez, não acredita em um jogo fácil para o Santos neste domingo pelo fato de o Joinville ocupar a penúltima posição da tabela, com os mesmos 30 pontos do lanterna Vasco. "Com certeza será complicado, sabemos que todos jogos do Campeonato Brasileiro são difíceis, não vai ser diferente lá contra o Joinville. Vamos fazer o que o professor pedir, para conseguir um bom resultado lá", completou.