Levir Culpi admite que situação do Atlético-MG é muito difícil após derrota

Esportes

Levir Culpi admite que situação do Atlético-MG é muito difícil após derrota

O técnico Levir Culpi já admitiu que dificilmente a taça não irá para o Corinthians. E a explicação vem na regularidade do time comandado por Tite. "O que se vê depois de um jogo desses

Redação Folha Vitória
O técnico Levir Culpi já admitiu que dificilmente a taça não irá para o Corinthians Foto: R7

Belo Horizonte - O Atlético Mineiro praticamente jogou a toalha. A derrota para o Corinthians por 3 a 0, no domingo (1), em pleno estádio Independência, fez com que as chances de título do Campeonato Brasileiro ficassem mínimas. O clube paulista abriu 11 pontos de vantagem (73 a 62) e faltam só mais cinco rodadas (15 pontos) a serem jogadas.

O técnico Levir Culpi já admitiu que dificilmente a taça não irá para o Corinthians. E a explicação vem na regularidade do time comandado por Tite. "O que se vê depois de um jogo desses. Fica evidente, não há uma certeza, mas o que acontece é que a situação do Corinthians está muito sólida. Eles não perdem o equilíbrio na frente. A lógica diz que eles não perdem. A não ser que aconteça alguma coisa", afirmou.

No jogo, os gols corintianos saíram no segundo tempo. Para Levir Culpi, o diferencial no duelo foi a efetividade nas finalizações. Depois de um primeiro tempo bem equilibrado, que terminou com empate em 0 a 0, o Corinthians construiu o resultado de 3 a 0 na segunda etapa.

"O jogo ficou bem definido na finalização. Não sei os números do jogo, mas talvez a gente tenha tido mais passes, finalizações, cruzamentos. Mas a bola entra ou não entra. O Corinthians foi cirúrgico. Jogadores de ótima qualidade, muito bem agrupados, marcação forte, e ainda têm uma qualidade técnica para sair jogando em velocidade nos contra-ataques. Foram cirúrgicos na finalização. Isso mudou o panorama do jogo", completou.