Presidente do Água Santa envia laudo à FPF para liberar estádio

Esportes

Presidente do Água Santa envia laudo à FPF para liberar estádio

Farias diz ter enviado à entidade laudo de dois engenheiros que comprovam que o Estádio José Batista Pereira Bernardes, que passa por reforma, estará apto a receber jogos do Paulistão

Redação Folha Vitória
Presidente envia laudo para liberação de estádio Foto: Divulgação

São Paulo - O presidente do Água Santa, Paulo Sirqueira Farias, garantiu na noite desta quinta-feira ter enviado à Federação Paulista de Futebol (FPF) os laudo que atestam que o clube terá estádio com capacidade para 10 mil pessoas para que possa disputar o Campeonato Paulista de 2016. O clube conquistou o acesso para a elite estadual pela primeira vez, mas está ameaçado de não ser promovido por causa da arena onde joga, na cidade de Diadema.

Farias diz ter enviado à entidade laudo de dois engenheiros que comprovam que o Estádio José Batista Pereira Bernardes, que passa por reforma, estará apto a receber jogos do Paulistão, que começa em 31 de janeiro de 2016.

Os laudos são assinados pelos engenheiros Eduardo Forti Battagin e Tiago de Souza Luiz. O documento assinado por Battagin diz que o estádio terá capacidade para 10.179 pessoas. A participação do Água Santa foi vetada na tarde desta quinta-feira durante reunião do Conselho Técnico da FPF, por falta da documentação.

"Fomos surpreendidos na reunião da FPF com a informação de que não disputaríamos o campeonato por falta de laudos. Aí contratei dois engenheiros independentes, que foram na obra, fizeram medições e constataram a capacidade", disse Farias.

Os laudos foram entregues à FPF, e protocolados, no início da noite desta quinta-feira. O Água Santa recebeu prazo até meia-noite para apresentar a documentação.

Paulo Farias disse ter feito um TAC com o Ministério Público pelo qual se comprometia a entregar o estádio pronto até 20 de janeiro de 2016. Esse acordo foi assinado em 26 de outubro. "Mas as obras estão a pleno vapor e o estádio estará pronto no fim de dezembro". Ele garantiu também ter laudo favorável ao clube emitido pelo Corpo de Bombeiros.