Cilic tem apagão contra Delbonis, mas vence 1º jogo da final da Davis

Esportes

Cilic tem apagão contra Delbonis, mas vence 1º jogo da final da Davis

Redação Folha Vitória

Zagreb - Ocupando o sexto lugar no ranking mundial, melhor posição da carreira, Marin Cilic é a grande esperança da Croácia para conquistar o título da Copa Davis. Nesta sexta-feira, foi dele a responsabilidade de abrir a decisão contra a Argentina, em Zagreb, contra o desprestigiado Federico Delbonis, apenas o 41.º do mundo. Sentindo a pressão, ele teve um apagão no meio do jogo, após abrir 2 a 0, mas encontrou forças na torcida para vencer por 3 sets a 2, com parciais de 6/3, 7/5, 3/6, 1/6 e 6/2, após três horas e meia de partida.

Com a Arena Zagreb recebendo ótimo público, Cilic começou o jogo muito bem. Aproveitando-se do fato de Delbonis não conseguir encaixar o saque, e fez 6/3 no primeiro set. De três chances de quebra, converteu uma para sair na frente.

O segundo set foi mais equilibrado. Enquanto Cilic distribuía sua metralhadora de aces, sem ser incomodado enquanto sacava, Delbonis sofria no serviço, com apenas 50% de aproveitamento do primeiro saque. Mesmo assim, o jogo chegou sem quebras até 5/5, quando o croata enfim conseguiu pontuar no saque do rival e fechou em 7/5.

Delbonis acordou no terceiro set, que poderia ser o último do jogo. Sem margem de erro, conseguiu logo uma quebra, abrindo 2/0. Cilic reagiu e empatou, mas aí o argentino já havia entrado na partida. O croata sentiu e parou de acertar o primeiro saque, com seu aproveitamento caindo para 30%. A nova quebra veio no oitavo game, dando a Delbonis a vitória por 6/3.

Empolgado, ele seguiu aproveitando a energia do bom número de argentinos que compareceram à partida a abriu logo 4/0 no quarto set, fechando em 6/1 e levando a partida para o quinto set.

Aí, Cilic acordou. Freando o bom momento de Delbonis, ele conseguiu uma quebra logo de cara e se manteve à frente até conseguir mais um ponto no saque rival e vencer, de forma tranquila, por 6/2.

Com a vitória, Cilic abriu 1 a 0 para a Croácia na série melhor de cinco jogos. Ainda nesta sexta, logo na sequência, a Argentina terá a oportunidade de buscar o empate, quando o experiente Juan Martín Del Potro enfrentará contra o local Ivo Karlovic.