Garotos querem transformar 'fria' de jogar pelo Corinthians em chance da vida

Esportes

Garotos querem transformar 'fria' de jogar pelo Corinthians em chance da vida

Redação Folha Vitória

São Paulo - Após dois dias de folga, o elenco do Corinthians se reapresentou nesta terça-feira e coube aos jovens Léo Príncipe, de 20 anos, Léo Santos, de 17 anos, e Pedro Henrique, 21, a responsabilidade de falar com os jornalistas após a derrota por 4 a 0 para o São Paulo, no sábado. O trio deve ser a novidade para a partida contra o Figueirense, dia 16.

Apesar da situação um pouco desconfortável, os garotos demonstraram personalidade durante entrevista coletiva e esperam transformar a "fria" de entrar no time após uma vexatória derrota em uma grande oportunidade.

"O momento realmente não é dos melhores que o clube já passou, mas minha preparação psicológica é uma das melhores. Não penso que pode ser uma fria. É a oportunidade da minha vida e espero aproveitá-la", disse Léo Santos, que fará seu primeiro jogo como atleta profissional.

Fagner e Balbuena estão com as seleções brasileira e paraguaia, respectivamente, para a disputa das Eliminatórias para a Copa. Vilson está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Assim, abriu o espaço para o trio mostrar serviço ao técnico Oswaldo de Oliveira.

O "veterano" dos garotos é o zagueiro Pedro Henrique, que já foi titular em diversos jogos. A ordem, segundo ele, é esquecer o resultado da última rodada. "Temos de pensar só no Figueirense, pois estamos na briga por uma vaga para a Libertadores. Temos de pensar no próximo jogo e buscar um grande resultado", afirmou o jogador.

Um quarto garoto pode aparecer no time. O lateral-esquerdo Guilherme Arana, de 19 anos, aguarda pela recuperação de Uendel, que sente dores musculares.