Após glórias, ano sem títulos decepciona Fábio Santos

Esportes

Após glórias, ano sem títulos decepciona Fábio Santos

Sem a possibilidade de buscar o título, o jogador busca a 3ª colocação do Brasileirão, que colocaria a equipe na fase na Libertadores, sem a necessidade da disputa da fase preliminar

Redação Folha Vitória
Fábio Santos Foto: Estadão Conteúdo

São Paulo - Depois de conquistar o Campeonato Brasileiro de 2011, a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes, em 2012, além da Recopa Sul-Americana e o Paulistão, em 2013, o Corinthians vai terminar o ano de 2014 sem conseguir um título. Para Fábio Santos, a comparação com as conquistas anteriores é que traz a sensação de que o ano não foi bom. "Nos últimos anos, nós nos acostumados a ganhar títulos. Essa é a referência que todos têm do Corinthians. Assim, esse ano não foi bom para nós e para a torcida. Ficar um ano sem ganhar título deixa ele mais longo, mais sofrido", afirmou o lateral, presente em todas as últimas glórias corintianas.

Para o jogador, um dos mais experientes do grupo, o time enfrentou muitas dificuldades em 2014. "O Corinthians iniciou o ano com novo técnico, uma reformulação no elenco e isso fez as coisas demorarem um pouco para acontecerem", afirmou. Na opinião do jogador, isso justifica as eliminações nas competições. "Caímos na Copa do Brasil, mas no Brasileiro brigamos até onde podíamos. O Cruzeiro é mesmo o mais forte do País e nós perdemos pontos para equipes que estavam em baixo na tabela", completou Fábio Santos, referindo-se aos tropeços contra equipes como Coritiba e Figueirense.

Sem a possibilidade de buscar o título, o lateral-esquerdo busca a terceira colocação do Brasileirão, que colocaria a equipe na fase de grupos da Libertadores, sem a necessidade da disputa da fase preliminar. Para isso, o Corinthians precisa vencer o Criciúma, já rebaixado, neste sábado, às 16h20, no Itaquerão, e torcer para que o Internacional não vença o Figueirense, no mesmo dia e horário, em Florianópolis.

"Nosso objetivo é ter o terceiro lugar no Brasileiro. Vai facilitar tudo para nós em 2015. Nós vamos nos concentrar no nosso jogo e esquecer Internacional x Figueirense. Só vamos nos preocupar com o resultado do Inter depois que fizermos nosso papel", afirmou.