• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuva impede que Bolsa Atleta seja quitada até o fim do ano

Esportes

Chuva impede que Bolsa Atleta seja quitada até o fim do ano

São Paulo - O ministro Aldo Rebelo vai deixar o Esporte ao fim do ano sem ter quitado o Bolsa Atleta de 2014. A última parcela a ser paga a um número incerto de esportistas deveria ser depositada em dezembro, mas ainda não há um prazo para que isso ocorra. De acordo com o ministério, a culpa do atraso é da chuva.

No dia 16 de dezembro, um temporal que alagou boa parte da capital federal afetou todo o sistema de comunicação do ministério. "Aos poucos, todos os equipamentos e serviços estão sendo restabelecidos, mas isso provocou retardamento na elaboração da folha de pagamento da Bolsa Atleta de dezembro", explica o ministério do Esporte.

Ainda de acordo com a pasta, "o dinheiro está disponível na conta do programa e o processo será retomado assim que o sistema for completamente normalizado, mas por enquanto não é possível definir prazo, porque a finalização da folha de pagamento depende de o sistema voltar ao pleno funcionamento".

O ministério realizou cortes no número de contemplados, mas não soube informar à Agência Estado o número de atletas que receberam a Bolsa no último pagamento - a alegação também foi a falta de acesso ao sistema.

O governo, assim, vai falhar na meta de quitar, em 2014, as bolsas referentes a 2013. O processo tem ocorrido com atraso a ponto de, este ano, só em julho ter sido publicada a lista de contemplados. Na ocasião, 6.667 esportistas de modalidades olímpicas foram beneficiados, mas o ministério alega que esse número não é definitivo, porque depois da publicação em Diário Oficial foram feitas revisões.

O primeiro pagamento foi feito em agosto e, desde então, o ministério quitou 11 parcelas, tendo ficado a de dezembro para ser paga no fim do ano. "Quando esta última for paga, os próximos pagamentos só ocorrerão quando for iniciado o exercício de 2015", explicou o ministério.

Em nota aos atletas, o ministério insiste que os esportistas guardem os valores já recebidos. Isso porque, por conta dos procedimentos burocráticos, a Bolsa referente aos resultados esportivos de 2014 só deverá começar a ser paga, como de costume, no meio do ano que vem.

Aldo Rebelo deve deixar o ministério no dia 31, para que assuma o deputado federal George Hilton (PRB-MG), que assume sem ter nenhum histórico de ligação com o esporte. A escolha dele para a pasta tem sido duramente criticada. Aldo vai assumir o ministério da Ciência e Tecnologia.