• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cielo desiste e Fratus vence 50m livre no Brasileiro

Esportes

Cielo desiste e Fratus vence 50m livre no Brasileiro

Sem a dura concorrência de Cielo, Fratus venceu os 50 metros livre no Campeonato Brasileiro Sênior, disputado nas piscinas do Botafogo, e obteve o índice da prova para o Mundial de Kazan

Foto: Estadão Conteúdo

Rio - Sem a dura concorrência de Cesar Cielo, Bruno Fratus venceu os 50 metros livre no Campeonato Brasileiro Sênior, disputado nas piscinas do Botafogo, e obteve o índice da prova para o Mundial de Kazan, na Rússia, no próximo ano. Além dele, outros cinco nadadores alcançaram a marca neste sábado, dois deles na mesma prova de Fratus.

Ele venceu os 50m livre com o tempo de 21s45, sua segunda melhor marca da carreira - fez 21s44 ao ser campeão da prova no Pan-Pacífico, em agosto. Para tanto, não contou com a rivalidade de Cielo, que desistiu da prova. O recordista mundial da prova não competiu para manter o tempo obtido no revezamento 4x50m: 21s60.

"Fiz uns dois ou três erros técnicos que dá para fazer melhor. Dá para fazer uns fundamentos melhores à tarde. São três quedas para 21s40, foram três polimentos e se mantendo entre os top três do ranking mundial é muito bom. Tudo fruto de muito trabalho", comemorou Fratus.

Com esta marca, ele lidera a disputa pelas vagas brasileiras nos 50m livre no Mundial. Cielo é o segundo. Nicholas Santos, com 22s15, e Walter Pereira Lessa, com 22s17, também alcançaram o índice na disputa desta manhã.

A segunda posição na lista não preocupa Cielo. "Estou satisfeito por enquanto com os meus 21s60, me deixaram numa posição que não preciso me preocupar muito. Ainda tem o Maria Lenk pra garantir essa vaga. Agora vou tirar umas férias. Preciso parar de me cobrar um pouquinho. Está difícil. Fisicamente a gente consegue se superar, mas mentalmente...", comentou o nadador.

Nos 100 metros peito, Felipe França obteve mais um índice para o Mundial. Maior destaque da equipe brasileira no Mundial de Piscina Curta, em Doha, ele completou a distância em 1min00s44, abaixo do índice, de 1min00s57.

"As portas vão se abrindo pro Mundial de Kazan e para o Pan-Americano de Toronto. Mais uma etapa cumprida. A gente vai definir ano que vem se vou ou não pras duas competições, mas de qualquer maneira é mais um degrau na direção destas competições e também para a Olimpíada", declarou França.

No feminino, Etiene Medeiros voltou a se destacar. Ela venceu os 50 metros livre, com 24s99. Graciele Herrmann, com 25s05, também obteve o índice na prova. "Esta prova está fazendo parte do meu programa. Estou focando muito ela", disse a especialista no nado costas. "Foi um bom resultado, mas a tarde vou ver se nado para baixar o recorde sul-americano. Espero que seja contínuo nadar abaixo de 25s."

No período da tarde, os nadadores voltam para a piscina para competir no Torneio Open. Somente os oito melhores de cada prova do Campeonato Brasileiro Sênior, disputado pela manhã, entra na disputa do Open, à tarde.