Em despedida, Koff diz que Douglas reforçará o Grêmio

Esportes

Em despedida, Koff diz que Douglas reforçará o Grêmio

De acordo com o Fabio Koff, falta apenas a assinatura de contrato para que o meia Douglas, que está no Vasco, seja jogador do time gaúcho no ano que vem

Redação Folha Vitória
Fabio Koff Foto: Divulgação

Porto Alegre - Na cerimônia em que deu posse ao novo presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, o antigo mandatário do clube anunciou o primeiro reforço tricolor para a próxima temporada. De acordo com o Fabio Koff, falta apenas a assinatura de contrato para que o meia Douglas, que está no Vasco, seja jogador do time gaúcho no ano que vem. O jogador foi pedido pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

"Redigimos o que foi acertado pelo telefone e encaminhamos para o procurador dele e para ele uma cópia para que possamos concluir a negociação com a vinda dele, se submetendo a exames médicos, todo o ritual necessário", explicou Koff, revelando ainda que o veterano de 32 anos vai assinar contrato de um ano.

Ainda segundo o agora ex-presidente, foi oferecido a Douglas um acordo por produtividade, com salários dentro de uma política de contenção de gastos. "É totalmente diferente do padrão salarial, até do Vasco. Estamos trabalhando com metas para que ele saiba que vai ter que se enquadrar em uma formatação financeira diferente, que vai estimular muito o desafio do profissional."

Douglas já jogou pelo Grêmio entre 2010 e 2012, depois de uma rápida passagem pelo futebol árabe. Contratado para voltar ao Corinthians, foi liberado no começo do ano para reforçar o Vasco, sendo destaque da campanha carioca na Série B. Ele volta a Porto Alegre sem custos para os gaúchos.

MERCADO - Enquanto Douglas chega do Rio, Pará vai embora para terras fluminenses. O lateral deve reforçar o Flamengo em uma negociação que serve como parte do abatimento de uma dívidas que os gaúchos têm há 14 anos pelo não pagamento da compra do ex-jogador Rodrigo Mendes. O lateral de 28 anos chegou a Porto Alegre exatamente por um pedido de Vanderlei Luxemburgo, hoje técnico do Flamengo.

O outro lateral titular, Zé Roberto, não terá seu contrato renovado e até já se despediu do Grêmio. Por conta disso, Romildo Bolzan assumiu a presidência na quarta-feira à noite sabendo que vai precisar buscar um jogador para cada lateral do campo.

O atacante Kleber, que volta do Vasco, não deve ficar. "O Kleber é um atleta que foge da realidade do Grêmio e do futebol brasileiro. Ele está encontrando uma alternativa no exterior", explicou Koff, que recebeu do novo presidente uma autorização para seguir representando o Grêmio nas tratativas para a compra da Arena.