Fred desabafa e diz que Flu deve 20 meses para ele

Esportes

Fred desabafa e diz que Flu deve 20 meses para ele

fim do jogo, ainda no gramado do Maracanã, o centroavante pareceu tirar um peso dos ombros e desandou a falar ao microfone da Rede Globo. E um dos alvos foi exatamente a emissora carioca.

Redação Folha Vitória

Rio - Fred aproveitou a vitória do Fluminense sobre o Corinthians, por 5 a 2, domingo, para desabafar. Ao fim do jogo, ainda no gramado do Maracanã, o centroavante pareceu tirar um peso dos ombros e desandou a falar ao microfone da Rede Globo. E um dos alvos foi exatamente a emissora carioca.

"Posso pegar um minutinho para fazer um desabafo?", perguntou Fred ao repórter, depois de perguntado sobre a artilharia do Brasileirão. "Tem seis anos que estou no Fluminense. A maioria das vezes que me desgastei foi para defender o clube ou esse grupo de jogadores. Só que algumas vezes a imprensa, como aconteceu agora, tem que ter a responsabilidade e entender que aquele bando de 10 pessoas que foram lá fazer aquela palhaçada não representam a torcida do Fluminense. Fazer uma matéria tendenciosa como fizeram eu acho que é até uma falta de respeito", reclamou, citando o portal da Globo.

Fred reclamava de uma matéria publicada no sábado e que mostrava cerca de 15 torcedores protestando na porta das Laranjeiras contra o elenco e especialmente contra o atacante. A reportagem mostrava um torcedor carregando um cartaz que dizia que "morreu o Chaves errado", em referência ao comediante mexicano Roberto Bolaños e o próprio Fred, que tem Chaves no seu sobrenome.

"Sei que o torcedor de verdade está do meu lado e aquilo lá foi coisa mandada. Eu me garanto dentro e fora de campo, mas o que eu quero passar para a diretoria, para o grupo de oposição, se tiver politicagem, que mandarem fazer sacanagem comigo, que eu estou de peito aberto. Mas se estiver ruim, se a torcida estiver de saco cheio, pego minha viola, boto dentro do saco e vou embora", desabafou Fred.

"Frustração é uma palavra que é forte para esse grupo pelos problemas que nós enfrentamos, pelas dificuldades. Por esse grupo e essa comissão caminharem sozinhos o ano inteiro, com todos os problemas internos que nós tivemos. Nós jogadores estamos nos dedicando desde o início, e sozinhos. Maioria das vezes sozinhos. Então, não existe frustração para a gente. A gente sai daqui de cabeça erguida. Falamos lá dentro que tem uma maioria de jogadores que pode ser o último jogo aqui no Maracanã. Para gente jogar por nós, pelas nossas famílias, pelo nosso empenho, pela união que nós fizemos aqui", continuou o atacante.

"A gente vê o futebol carioca, está em decadência. A gente tem que analisar o geral. Somos o menos pior do Rio. Vimos o Botafogo, a situação que está, é ruim. Você acha que nós torcemos contra o Botafogo? Isso é coisa de jogador. Pro nosso futebol carioca é muito ruim. O que será que vai acontecer com o Fluminense ano que vem? Vão sair aí oito jogadores. A molecada da base tem qualidade imensa, mas será que eles vão colocar a camisa e jogar. Mas será que o torcedor vai ter paciência para essa reformulação e a saída desses jogadores que eles chamam de mercenários?", questionou Fred.

O atacante também denunciou que o clube deve para ele há quase dois anos. "No meu caso, eu tenho vinte meses de contrato de imagem atrasados. Nunca falei para ninguém. Resolvi internamente. Aí eles vão lá, fazem a palhaçadinha de grupo que faz palhaçada para falar que eu sou mercenário? Meu salário é muito bom, tenho vinte meses de imagem atrasado, que é uma grana muito grande, mas mesmo assim eu me dedico diariamente por isso aqui. E me exponho por causa do meu grupo e por causa desse clube. Então, quando vai falar de Fluminense, eu vou querer entrar na frente. Por isso que me desgasto, mas a diretoria tem que estar mais presente, tem que estar mais organizado para o futebol do Rio não ficar ruim. E eu me preocupo com meu lado. Não sei como vai ser aqui ano que vem."