Lais volta ao Brasil este mês e irá à premiação do COB

Esportes

Lais volta ao Brasil este mês e irá à premiação do COB

Redação Folha Vitória

São Paulo - Quase um ano depois do acidente que a deixou tetraplégica, a ex-ginasta Laís Souza vai pisar em terras brasileiras novamente nos próximos dias. O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) revelou nesta terça-feira que Lais, que atualmente mora em Miami, nos Estados Unidos, será homenageada no Prêmio Brasil Olímpico, dia 16 de dezembro, no Theatro Municipal do Rio.

No mês passado, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou um projeto de lei que concede pensão especial vitalícia de atuais R$ 4.390,24 para Lais, que representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, e que iria disputar os Jogos de Inverno neste ano, tendo se acidentado em Salt Lake City (EUA) enquanto treinava antes de viajar a Sochi (Rússia).

Ela chegou a correr risco de morte depois do acidente enquanto esquiava, dia 27 de janeiro. Inicialmente socorrida em Salt Lake, Lais logo foi transferida para a Universidade de Miami, seguindo perto de Antônio Marttos Júnior, médico do COB que trabalha lá. Desde junho, quando recebeu alta, vive em um apartamento custeado pelo COB.

Com uma recuperação surpreendente, voltou a respirar, comer e falar normalmente. Ela atualmente passa por tratamento com células tronco em Miami e vive uma intensa rotina de treinamento. Em uma forma de ajudar a ex-atleta, o COB contratou a fisioterapeuta dela para trabalhar com a equipe de revezamento 4x100m feminino do Brasil, que treina em Miami.

A mãe de Lais chegou aos Estados Unidos poucos dias depois do acidente, chegou a voltar para o Brasil em setembro, mas segue cuidando da filha em Miami. Elas passarão as festas de fim de ano no País - Lais é de Ribeirão Preto (SP) - e a ex-ginasta vai aproveitar para revalidar o visto norte-americano.