Leandro Castán passa bem após cirurgia no cérebro

Esportes

Leandro Castán passa bem após cirurgia no cérebro

Redação Folha Vitória

Roma - A Roma revelou que o zagueiro Leandro Castán foi submetido a uma cirurgia, bem-sucedida, no cérebro, nesta quarta-feira, e que o ex-jogador do Corinthians passa bem. A operação teve por objetivo remover um cavernoma, uma má formação vascular congênita no cérebro, que tinha cerca de três centímetros.

De acordo com o clube italiano, o cavernoma foi "completamente removido" durante uma cirurgia de 3 horas e meia de duração. Castán passa bem, já está acordado e respira sem o auxílio de aparelhos, segundo informações da Roma. Ele vai permanecer na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por 24 horas, por precaução.

Castán foi diagnosticado com o problema em setembro, depois de passar mal durante partida contra o Empoli, pelo Campeonato Italiano. Uma bateria de exames detectou o cavernoma, com um pequeno edema e um inchaço temporário na região. Diante do risco de ter novamente o problema, com possibilidade de provocar até uma hemorragia cerebral, foi decidido que o zagueiro passaria por uma cirurgia para curá-lo "definitivamente".

O problema médico do brasileiro foi anunciado pelo clube somente no mês passado. A Roma, contudo, não revelara a data do procedimento, mas informara que não havia risco de morte e que o jogador de 28 anos poderia retomar normalmente sua carreira após a cirurgia. Castán está sem jogar desde 13 de setembro.

Com passagens por Atlético-MG e Barueri, Castán ganhou fama quando defendeu o Corinthians, entre 2010 e 2012. Companheiro de Chicão na zaga, teve papel importante na conquista inédita da Copa Libertadores. Depois daquele título, foi vendido por cerca de 5 milhões de euros para a Roma, onde está em sua terceira temporada, quase sempre como titular. O zagueiro também já foi convocado para a seleção brasileira, na época de Mano Menezes e de Luiz Felipe Scolari.