Levantadora Fabíola está grávida e deve ficar fora da Olimpíada

Esportes

Levantadora Fabíola está grávida e deve ficar fora da Olimpíada

Atleta da seleção brasileira planeja ter o bebê em maio do ano que vem e teria apenas três meses para ficar apta a jogar em altíssimo nível para a Rio 2016

Redação Folha Vitória
Fabiola está grávida e terá três meses depois do parto para ficar em forma Foto: Estadão Conteúdo

São Paulo - Levantadora reserva da seleção brasileira, Fabíola dificilmente vai poder jogar os Jogos Olímpicos do Rio, no ano que vem. Nesta terça-feira, o Volero Zurich, da Suíça, confirmou que a jogadora de 32 anos está grávida. Ela planeja ter o bebê em maio e teria apenas três meses para ficar apta a jogar em altíssimo nível.

Pesa contra Fabíola o fato de ela ter pedido dispensa de jogar a temporada 2015 com a seleção brasileira. Ela recusou a convocação do técnico Zé Roberto Guimarães alegando motivos pessoais. "Preciso cuidar de algumas questões pessoais e somente por isso estou pedindo dispensa. Já conversei com o Zé Roberto e em breve espero estar de volta e quem sabe ajudar na caminhada rumo a mais um ouro olímpico", disse ela na ocasião.

A titular absoluta da seleção brasileira é Dani Lins, do Nestlé/Osasco. Fabíola, que foi vice-campeã do Mundial de Clubes pelo Dínamo Krasnodar, da Rússia, vinha sendo a reserva natural até ficar fora da seleção na última temporada. Sem ela, Zé Roberto testou Ana Tiemi (voltou da Romênia para jogar a Superliga por Bauru) e Macris (do Pinheiros). Uma das duas deve ir ao Rio-2016.

Os Jogos Olímpicos começam em 7 de agosto e, antes de competir no Rio, a seleção brasileira feminina joga o Gran Prix, de 10 de junho a 10 de julho. Um mês após a gravidez, Fabíola dificilmente teria condições de jogo. O restante do calendário do Brasil ainda não foi divulgado pela CBV.