Atleticanos exaltam raça mostrada em decisão mesmo com vice da Copa do Brasil

Esportes

Atleticanos exaltam raça mostrada em decisão mesmo com vice da Copa do Brasil

Nos últimos instantes da partida e logo após o apito final, jogadores de Grêmio e Atlético se desentenderam em campo e houve um princípio de briga

Redação Folha Vitória
Com uma derrota e um empate, o Atlético ficou com o segundo lugar na Copa do Brasil Foto: Bruno Cantini / Atlético

Porto Alegre - A derrota no jogo de ida por 3 a 1, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, foi decisiva para a perda do título da Copa do Brasil para o Grêmio, nesta quarta-feira. Essa foi a opinião dos jogadores do Atlético Mineiro após o empate por 1 a 1 na segunda partida da final, disputada na Arena Grêmio, em Porto Alegre.

"Eu acho que o primeiro jogo nos tirou o título, o time está de parabéns pela raça, o Grêmio está de parabéns", afirmou o atacante Robinho. "Mesmo não tendo conseguido o título, me sinto orgulhoso do que a nossa equipe fez, pela entrega, comprometimento e o respeito que teve às vítimas de Chapecó. Não foi fácil entrar em campo hoje (quarta-feira)", disse o goleiro Victor.

Nos últimos instantes da partida e logo após o apito final, jogadores de Grêmio e Atlético se desentenderam em campo e houve um princípio de briga. Mesmo parabenizando os campeões, Robinho reclamou da postura dos rivais.

"Eles também têm que saber ganhar, o título estava quase ganho, não tem necessidade de ficar na frente da bola, de ficar dando fico para a arquibancada, é lamentável, mas eles ganharam na bola, mereceram o título", afirmou o atacante.

"A decisão é sempre um jogo um pouco mais tenso, pegado. As duas equipes querem ganhar e é normal que aconteça (confusão). A gente sabia da dificuldade que teria", completou Victor.