Novo goleiro da Chapecoense avisa: 'Danilo é insubstituível'

Esportes

Novo goleiro da Chapecoense avisa: 'Danilo é insubstituível'

Redação Folha Vitória

Chapecó - A reconstrução do elenco da Chapecoense começa pelo gol. Como Danilo morreu no acidente aéreo na Colômbia, Follmann teve uma perna amputada e Marcelo Boeck foi dispensado, o clube precisa contratar três goleiros. E o primeiro deles já chegou. É Elias, de apenas 21 anos, destaque do Juventude na temporada passada.

Nesta quarta-feira, o reforço da Chapecoense admitiu que a responsabilidade de chegar agora a Chapecó é grande. "Quem está vindo está vindo para ajudar não somente dentro de campo, mas fora de campo também. O clube precisa se reerguer, voltar a dar a alegria que dava aos torcedores", afirmou Elias ao SporTV

Ele, entretanto, rejeitou substituir o antigo titular. "Não estou vindo para substituir o Danilo. Acho que o Danilo era um cara insubstituível, ídolo de torcida. Estou vindo para mostrar meu trabalho. E vou dar o melhor de mim para ajudar a Chapecoense no que for possível."

O goleiro revelou que, de férias em Itapiranga, cidade catarinense próxima a Chapecó (SC), planejava visitar a Arena Condá quando recebeu o convite para reforçar a Chapecoense. Em uma semana, estava tudo acertado para jogar lá por empréstimo. "Quando se concretizou foi uma felicidade enorme para mim e para toda minha família", contou.

Formado no Juventude, Elias assumiu a titularidade da equipe na Série C do ano passado. Em 2016, foi o goleiro do time de Caxias do Sul na conquista do vice-campeonato gaúcho e nas boas campanhas da equipe na Série C (chegou à semifinal e conseguiu o acesso) e na Copa do Brasil (alcançou as quartas de final).