Avaí mantém confiança e aposta na superação para se manter na elite do Brasileiro

Esportes

Avaí mantém confiança e aposta na superação para se manter na elite do Brasileiro

Redação Folha Vitória

Florianópolis - A missão do Avaí para se manter na primeira divisão do Campeonato Brasileiro não será fácil neste domingo, às 17 horas, pela 38.ª e última rodada da competição. Jogando contra o Santos, o time do técnico Claudinei Oliveira depende de uma vitória em pleno estádio da Vila Belmiro, em Santos, para se manter com chances. Além disso, precisa torcer pelo tropeço de dois dos seus três concorrentes: Sport, Coritiba e Vitória, que jogam contra Coritiba, Chapecoense e Flamengo, respectivamente.

"Começamos a competição sabendo de nossas dificuldades. Mas chegamos na última rodada ainda vivos e com chances de continuar na elite em 2018. Agora é manter a confiança e tentar mais uma vez a superação" receitou Claudinei Oliveira.

Sport e Avaí têm 42 pontos cada, mas os pernambucanos ficam na frente pelo número de vitórias: 11 contra 10 dos catarinenses. O Coritiba, primeiro time fora da zona de rebaixamento, tem 43, igualado com o Vitória. A diferença entre eles está no saldo de gols: -7 para os baianos e -8 para os paranaenses. Ponte Preta e Atlético Goianiense chegam nesta última rodada já rebaixados e completam a degola.

Para o jogo mais importante do ano, o time catarinense deve contar com um reforço de peso no gramado. Há mais de uma semana tratando uma lesão na coxa esquerda, o artilheiro Júnior Dutra participou normalmente do trabalho com bola na última sexta-feira e deve ser confirmado no time titular. Entrando na vaga de Luanzinho com 15 minutos de jogo-treino, o atacante marcou dois gols e garantiu a vitória por 3 a 0 contra o time reserva. "É um jogador mais experiente e que tem cheiro de gol. Passa a ser uma nova esperança para nosso time nesta luta contra a queda", argumentou o técnico.

Seu retorno mexe com a formação do Avaí, já que Claudinei Oliveira também testou o time com três zagueiros: Alemão, Betão e Airton, que entrou no finalzinho do trabalho. Outra mudança é a titularidade de Wellington Simião, que já está confirmado como substituto de Judson. O volante recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória por 1 a 0 contra o Atlético Paranaense e terá que assistir de casa.