• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Flamengo 'repudia' comportamento da torcida e pede desculpas ao Independiente

Esportes

Flamengo 'repudia' comportamento da torcida e pede desculpas ao Independiente

Rio - A confusão protagonizada por torcedores do Flamengo na porta do hotel do Independiente, na última madrugada, segue repercutindo. Horas depois do time argentino divulgar nota oficial pedindo punição ao rival rubro-negro, na tarde desta quarta-feira foi a vez do próprio clube carioca se manifestar lamentando o episódio.

"O Clube de Regatas do Flamengo vem a público lamentar e repudiar os atos violentos cometidos por alguns torcedores rubro-negros e do Independiente na noite desta terça-feira, no Rio de Janeiro. O Flamengo acredita no respeito entre torcedores rivais e entende que, pelo bem do futebol, todas as disputas devem se restringir ao campo de jogo", afirmou em nota.

Na madrugada de terça para quarta-feira, dezenas de torcedores do Flamengo apareceram na porta do hotel que fica na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Com fogos de artifício (alguns lançados contra o estabelecimento) e cânticos proferidos em estádios, eles tentaram atrapalhar a noite de sono dos argentinos.

A movimentação foi intensa em frente ao hotel e alguns torcedores chegaram a tentar ultrapassar uma barreira montada para segurança. Torcedores do Independiente também estavam no local, com provocações dos dois lados.

Curiosamente, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, estava reunido com representantes da diretoria do Independiente justamente no momento da confusão, para a realização de um jantar.

"Cabe ressaltar que, durante jantar protocolar entre representantes das duas equipes também nesta terça-feira, o presidente Eduardo Bandeira de Mello, ao tomar conhecimento dos fatos, pediu desculpas aos representantes da equipe argentina", disse o Flamengo.

A confusão fez com que 49 flamenguistas fossem presos Polícia Civil do Rio de Janeiro - posteriormente, foram liberados. O episódio também aumentou a preocupação do clube rubro-negro com a segurança para a partida que acontecerá nesta quarta às 21h45, no Maracanã, e definirá o campeão de 2017 da Copa Sul-Americana.

"Preocupado com o bem-estar de todos os presentes no Maracanã, (o Flamengo) solicitou aos órgãos competentes o reforço máximo possível dos efetivos de segurança que atuarão na partida, conforme expresso em ata de reunião operacional realizada na Federação de Futebol do Rio de Janeiro no dia 7 de dezembro de 2017."