• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com cavadinha de atacante capixaba, Botafogo vence Mogi Mirim em Cariacica

Esportes

Com cavadinha de atacante capixaba, Botafogo vence Mogi Mirim em Cariacica

Alvinegro carioca conquistou mais uma vitória na Segundona e abriu quatro pontos para os rivais. O Botafogo agora é líder isolado na competição

Botafogo venceu com gol de capixaba Foto: André Vinicius Araújo

Foram oito anos sem se reencontrar. Mas o apoio incondicional vindo da arquibancada ajudou o Botafogo a manter a liderança isolada da Série B do Campeonato Brasileiro, ao derrotar o Mogi Mirim por 3 a 0, em partida  disputada no estádio Kleber Andrade, em Cariacica, na noite desta sexta-fera  (11). O zagueiro Roger Carvalho, o meia Tomas Bastos e o atacante capixaba Luís Henrique, com direito a cavadinha, marcaram os gols dos cariocas.

O resultado trouxe mais tranquilidade para o Botafogo. Com 48 pontos, o time carioca abriu quatro de vantagem para Paysandu, que empatou nesta sexta com o Paraná. Por outro lado, a situação do Mogi Mirim é cada vez mais desesperadora. Com apenas 22 pontos, o time paulista é penúltimo e pode cair para a lanterna, em caso de vitória do ABC neste sábado.

O jogo
O time carioca fez 1 a 0 logo aos dois minutos, com Roger Carvalho, escorando de cabeça escanteio cobrado por Daniel Carvalho. Se o início 

pareceu promissor, o que se viu ao longo do primeiro tempo foi pouca inspiração. Na saída do campo, o zagueiro comemorou o gol. “Tivemos algumas chances de gol, mas precisávamos desse gol de bola parada, pois temos treinado bastante. Temos que procurar ampliar o resultado, porque estamos criando oportunidades”, alertou Roger Carvalho.

O Mogi voltou para o segundo tempo tentando marcar o adversário em seu campo. No entanto, permitia que o Botafogo chegasse com facilidade à sua área. Aos cinco minutos, o atacante Sassá, livre, cabeceou por cima. Aos sete, Daniel Carvalho rolou para Lulinha, que chutou em cima do goleiro. Aos 16, Ricardo Gomes atendeu aos apelos da torcida e colocou em campo o atacante capixaba Luis Henrique no lugar de Lulinha. 

A equipe paulista cresceu na partida e criou boas oportunidades de gol. Coube ao goleiro Jeferson, recém chegado da seleção brasileira, parar o ataque do Mogi. Aos 36 minutos, o alívio alvinegro: o volante Fernandes lançou Tomas Bastos, que driblou Mauro e tocou para dentro: 2 a 0. Aos 46, William Arão lançou para Luis Henrique, que sofreu pênalti do goleiro. 

Natural de Itarana, norte do Espírito Santo, o jovem de 17 anos esbanjou personalidade na cobrança e com direito a cavadinha, selou o placar: 3 a 0. Na saída de campo, o atacante agradeceu o apoio dos capixabas. “Marcar um gol no meu Estado é algo fantástico. Estou muito feliz, estava há alguns jogos sem fazer gol. Todo o carinho que recebi aqui vai ficar para sempre em meu coração, só tenho a agradecer”, afirmou.

O treinador Ricardo Gomes, do Botafogo, gostou do resultado. “Não fizemos uma excelente partida, mas o time soube se comportar em campo. As alterações fizeram efeito, o Tomas e o Luís Henrique entraram e decidiram a partida. Mas não podemos nos deixar iludir com a liderança, precisamos manter o foco para atingir o objetivo maior, que é a volta para a série A”, disse.

O resultado foi ótimo manteve o Botafogo como líder isolado da Série B, mas acima de qualquer placar, a comunhão entre o campo e a arquibancada ficará como a principal lembrança da noite de sexta-feira no Kleber Andrade.

Com a colaboração de André Vinicius Araújo

FICHA TÉCNICA:

MOGI MIRIM 0 x 3 BOTAFOGO

Local: Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES)

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Auxiliares: Katiuscia M Berger Mendonça (ES) e Leonardo Mendonca (ES)

Cartões amarelos: Renato Camilo e Serginho (Mogi Mirim) e Diego Giaretta 

(Botafogo)

Público e renda: Não divulgados

Gols: Roger Carvalho, aos 2'/1°T (0-1); Tomas, aos 35'/2°T (0-2); Luis 

Henrique, aos 45'/2°T (0-3)

MOGI MIRIM: Mauro, Michel, Fábio Santos, Renato Camilo e Dieguinho; 

Magal, Memo (Everaldo, aos 25'/2°T), Henrique Motta e Everton Heleno (Luis 

Fernando, no intervalo); Serginho e Ortigoza (Júnior Juazeiro, aos 

11/2°T). Técnico: Sérgio Guedes.

BOTAFOGO: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e 

Diego Giaretta; Serginho, Camacho (Fernandes, aos 35'/2°T), Willian Arão e 

Daniel Carvalho (Tomas, aos 29'/2°T); Lulinha (Luis Henrique, aos 16'/2°T) e 

Sassá. Técnico: Ricardo Gomes.