• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com boa vantagem, Santos encara São Paulo na Vila em semifinal da Copa do Brasil

Esportes

Com boa vantagem, Santos encara São Paulo na Vila em semifinal da Copa do Brasil

Os 3 a 1 aplicados pelo Santos na semana passada, no estádio do Morumbi, fazem a disputa na semifinal se apresentar de formas opostas para os dois times

Times definem vaga na final Foto: Divulgação

São Paulo - Santos e São Paulo definem nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, às 22 horas, uma vaga na final da Copa do Brasil. Os dois times entram em campo tentando esquecer o resultado do primeiro jogo. A equipe da casa prefere deixar de lado a vantagem para não se acomodar, enquanto que os visitantes tentam não se desesperar e fazer com que obsessão de reverter o placar atrapalhe o time.

Os 3 a 1 aplicados pelo Santos na semana passada, no estádio do Morumbi, fazem a disputa na semifinal se apresentar de formas opostas para os dois times. Os donos da casa se veem nesta quarta-feira na confortável condição de poder perder por até 2 a 0, enquanto que o São Paulo busca se apegar no desafio de reação.

Desde 1957 o time não bate o Santos na Vila Belmiro por três gols de diferença e terá a missão de conquistar a vitória em um estádio onde a equipe do técnico Dorival Júnior vem de 11 vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, sendo uma delas foi diante do próprio time do Morumbi, quando ganhou por 3 a 0 em setembro, sem grandes dificuldades.

A insistência em acreditar na possibilidade de virada motiva os são-paulinos para coroar a temporada com ao menos um título. O goleiro Rogério Ceni tem na Copa do Brasil a chance derradeira de ser campeão antes de se aposentar e nos últimos dias, presenciou no elenco os jogadores se motivarem para tentar a virada na semifinal. "Depois da derrota no Morumbi eu perguntei para todos no vestiário se acreditavam na reação. Todos falaram que sim. Isso virou assunto de que podemos virar", explicou o atacante Alan Kardec.

O técnico Doriva definiu a escalação em treino fechado nesta terça-feira no CT da Barra Funda. Sem o volante Thiago Mendes, suspenso, a saída será optar por Wesley ou Hudson. A tendência é a equipe tentar uma postura mais ofensiva e com jogadas aéreas, pois a defesa do Santos teve problemas com cruzamentos no último confronto.

"Todos estão falando que é impossível, mas o grupo não largou e vamos lutar até o final por essa vaga na Libertadores. Lógico que tínhamos que brigar pelo título, mas em um ano complicado isso já seria uma vitória muito grande", disse o lateral-direito Bruno.

No Santos, Victor Ferraz continua fora por causa de uma lombalgia. Assim, Daniel Guedes está mantido na lateral direita. O time é o mesmo que jogou semana passada no Morumbi e conseguiu se impor na casa do adversário.

A ideia do técnico Dorival Júnior é que o time mantenha a postura ofensiva das últimas partidas e jogue para ganhar, mesmo com o placar construído no jogo de ida. Na visão do treinador, se o time ficar no seu campo de defesa para buscar o contra-ataque, será sufocado pelo adversário. "Dentro de casa, com o apoio do nosso torcedor, vamos em busca da vitória. Não vamos jogar com o regulamento em baixo do braço. Pode ter certeza que vamos impor o nosso ritmo e propor o nosso jogo", disse Ricardo Oliveira.

Poupado do jogo contra o Figueirense, no último sábado, pelo Brasileirão, o atacante de 35 anos ficou no banco e jogou apenas os minutos finais. Agora, retorna à equipe descansado e motivado. "Pude descansar bem, fazer alguns exercícios de fortalecimento, aprimorar a parte física, o que não tive tempo para fazer antes. E agora estou 100%. Espero fazer gols que possam contribuir para o sucesso coletivo", afirmou.