• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Hamilton evita projetar chances de título no GP dos Estados Unidos

Esportes

Hamilton evita projetar chances de título no GP dos Estados Unidos

Austin - Lewis Hamilton poderá selar neste fim de semana o Mundial de Pilotos da Fórmula 1. Com 66 pontos de vantagem na liderança, o inglês viu suas chances de garantir o tricampeonato no GP dos Estados Unidos, no domingo, aumentarem por causa da futura punição que o alemão Sebastian Vettel, vice-líder do campeonato, vai sofrer no grid de largada. Apesar disso, Hamilton mantêm a cautela e evita até falar sobre suas chances de ser campeão em Austin.

"Estou feliz por estar aqui, estou empolgado. Eu sempre curto muito estar aqui nos Estados Unidos. A pista é fantástica, a corrida tem sido legal desde 2012. Estou ansioso por mais um fim de semana de corrida. Senti falta de pilotar o carro nas últimas duas semanas", desconversou Hamilton.

O piloto da Mercedes é o grande favorito à vitória nos EUA por causa do seu histórico. Ele já venceu o GP norte-americano três vezes, duas delas no Circuito das Américas, que receberá a corrida mais uma vez neste domingo. Uma triunfo assegura o tricampeonato, desde que Vettel não termine a prova em segundo lugar.

As chances do alemão, contudo, foram reduzidas pela punição que ele deve sofrer ao longo do fim de semana. Nesta quinta-feira, ele revelou que a Ferrari vai mudar componentes do seu motor, o que deve causar perda de 10 posições no grid. Largando ao menos em 11º, Vettel terá trabalho para terminar a prova logo atrás de Hamilton.

PÚBLICO DOS EUA - Questionado sobre a baixa penetração da F1 entre o público norte-americano, Hamilton aproveitou a entrevista coletiva desta quinta em Austin para mandar um recado aos dirigentes da categoria.

O inglês criticou o suposto pouco empenho da F1 em tornar as corridas mais atrativas para o público local. "Talvez a Fórmula 1 pudesse se engajar mais com a NFL [principal liga norte-americana de futebol americano] e os outros esportes", afirmou o piloto inglês. "Nunca vi um jogador da NBA numa corrida, por exemplo. Nunca aparece um atleta de outros esportes, diferentes tipos de esportes", reclamou Hamilton.