• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Treze brasileiros brigam por vaga no Rio-2016 no último Pré-Olímpico de Luta

Esportes

Treze brasileiros brigam por vaga no Rio-2016 no último Pré-Olímpico de Luta

Istambul - Se nunca conseguiu classificar mais que um atleta por edição dos Jogos Olímpicos, a luta brasileira já tem garantida a participação de cinco competidores no Rio-2016, sendo quatro mulheres e um homem. Esse número, entretanto, ainda pode aumentar. A partir desta sexta-feira, 13 brasileiros disputam o segundo e último Torneio Pré-Olímpico Mundial, em Istambul, na Turquia, brigando por três vagas em cada categoria de peso.

Giullia Penalber (até 53kg), irmã de Victor Penalber, garantido no Rio-2016 no judô, vai para a quarta tentativa. Ela caiu na estreia do Mundial do ano passado, em Las Vegas, e do Pré-Olímpico Pan-Americano, em março, em Frisco, também nos EUA. No mês passado, falhou também no primeiro Pré-Olímpico Mundial, na Mongólia.

No feminino, o Brasil já conseguiu vaga olímpica com Joice Silva (até 58kg), Laís Nunes (até 63kg), Gilda Oliveira (até 69kg) e Aline Silva (até 75kg). Além da categoria de Giulia, também não teve sucesso na até 48kg, na qual Kamila Barbosa falhou no Mundial. Susana Santos assumiu a titularidade esse ano, não teve sucesso nos dois primeiros Pré-Olímpicos, mas terá nova oportunidade em Istambul.

No masculino, a única vaga garantida é na categoria até 130kg na luta greco-romana. Antoine Jaoude foi quem conseguiu a classificação, a partir do Pré-Olímpico Pan-Americano, mas o titular da categoria é Eduard Soghomonyan, armênio que ainda depende do Itamaraty para concluir sua naturalização.

Antoine compete em Istambul na luta livre, categoria até 125kg, para tentar se garantir nos Jogos. Caso não tenha sucesso, deverá fazer uma seletiva interna contra Soghomonyan para decidir quem usufruirá da vaga na luta greco-romana. A Confederação Brasileira de Lutas Associadas (CBLA) vem adiando o confronto à espera da naturalização do armênio ser concluída.

Além de Antoine, outros 10 brasileiros vão lutar em Istambul, todos com possibilidades remotas de obter vaga no Rio-2016. Entre os inscritos estão Adrian Jaoude, irmão de Antoine, na luta livre até 86kg, e Davi Albino, bronze no Pan de Toronto na greco-romana até 98kg.

A equipe brasileira no Pré-Olímpico ainda terá Felipe Esteves (até 57kg), Lincoln Messias (até 65kg), Pedro Oliveira (até 74kg), Paulo Victor Santos (até 97kg), todos na luta livre; Diego Romanelli (até 59kg), Joilson Junior (até 66kg), Angelo Moreira (até 75kg) e Ronisso Brandão (até 85kg).