• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bauza prevê dificuldades no Brasileirão e festeja semana de treinos

Esportes

Bauza prevê dificuldades no Brasileirão e festeja semana de treinos

São Paulo - Em seis partidas pelo Campeonato Brasileiro, o São Paulo conquistou dez pontos, com três vitórias, um empate e duas derrotas, sendo que fez quatro confrontos longe de seus domínios. A campanha não é ótima, mas está longe de ser ruim, até porque o time enfrentou rivais fortes como Internacional e Palmeiras. Mesmo assim, o técnico Edgardo Bauza acha que o time poderia ter feito mais. "Com um pouco de sorte poderíamos estar com mais pontos agora", disse.

O time do Morumbi está a três pontos dos líder Corinthians e sabe que daqui a pouco terá de conciliar o Brasileirão com as decisões na Copa Libertadores. Bauza já vê problemas pela frente. "Será muito difícil. O campeonato é muito longo, ainda temos a Libertadores, vamos ter de pensar em algum momento na Copa do Brasil, temos muitos jogadores machucados, já fizemos 35 partidas na temporada, mas vamos recuperar os atletas e aí vamos vendo", avisou.

Por isso, ele já avisa o torcedor que frequentemente terá de mesclar o time para não desgastar os atletas. "Muitas vezes vamos atuar com uma equipe que não é a titular", confessou, elogiando o grupo tricolor. "Estou satisfeito com o elenco, porque seis jogadores titulares não atuaram contra o Cruzeiro e os jovens, como Auro, Matheus Reis e Luiz Araújo, corresponderam bem. Fico feliz por isso."

O primeiro duelo pelas semifinais da Libertadores com o Atlético Nacional será apenas em 6 de julho, por isso o treinador espera aproveitar a atual fase para estar entre os primeiros no Brasileirão quando o momento decisivo chegar. Por isso, ele comemora a semana livre para treinos até o jogo de sábado, contra o Atlético-PR, no Morumbi. "Será a primeira semana para recuperar e trabalhar. Vamos ver quem poderá voltar aos treinos, mas agradeço aos jogadores, que estão se superando."