Propósito é suficiente sem resultado?

Ontem tive a oportunidade de realizar uma Live no Folha Vitória com o Marcus Massarenti do Movimento Happiness – iniciativa empreendedora com propósito claro: promover impacto social, amar e transformar pessoas. Sua apresentação como um entusiasta de boas notícias reforçou a importância de nos conectarmos com nossa própria identidade.

Ele que é apaixonado por pessoas, pai do Cauã e Bella, casado com a Raiza, uma capixaba de Colatina, deixou muito claro que quem não tem identidade bem definida é influenciado por opiniões alheias e acaba moldando sua vida com base no que os outros pensam.

Descobrir a própria identidade permite alçar novos vôos uma vez que você começa agir com base no que está dentro do seu coração e não desistindo mesmo que muitos ao longo do caminho tentem apagar sua identidade. Prosperidade faz parte da natureza humana e pobreza segundo suas palavras “não é a falta de dinheiro, mas sim improdutividade”. Nesta vida ou você expande ou você retrai.

Marcus lembrou que a pessoa mais importante da sua vida é você mesmo e amor próprio não é egoísmo. Quando cuidamos da própria vida e prosperamos pessoalmente gerando resultado, temos a chance de impactar a vida de outras pessoas.

Neste ponto inclusive destaca que “nossa maior missão na Terra é amar, transformas vidas e semear na vida de pessoas.  Nós criamos negócios para resolver problemas de pessoas para pessoas. Nossos negócios funcionam por conta de pessoas. Nós temos o maior patrimônio de todos: nossa família. Pessoas são nosso maior patrimônio.”.

Massarenti sempre alinhou transformação social com empreendedorismo, pois acredita que só se transforma alguém com resultados. Para ele o brasileiro não padece por falta de oportunidade, mas sim por falta de conhecimento. Por isso mesmo fundou o Movimento Happiness que transforma a vida de pessoas através da geração de negócios nas favelas e comunidades do Brasil. A primeira iniciativa foi criar um hamburgueria atualmente presente na Mooca e em Heliópolis (favela com mais de 300 mil moradores).

O negócio que já recebeu aporte de um fundo de investimento, destina 10% do seu faturamento a potencializar um projeto social no local em que cada unidade está. Dentro da empresa as pessoas recebem conhecimento sobre educação financeira e podem se tornar sócios, pois como disse Marcus: “ou você prospera ou você vaza”.

Sua trajetória inclue projetos que apoiam a juventude vulnerável, retira jovens da prostituição, dá suporte a vítimas de maus-tratos e geram empregos a egressos do sistema carcerário. Pra quem duvida dessa equação, lembra que as 10 maiores favelas do Brasil giram mais de 9 bilhões de reais atualmente.

Pra quem gosta de olhar para onde ninguém está olhando, vale a pena checar essa live e conhecer mais sobre esse jovem.

* artigo escrito por Rafael Ottaiano, fundador da Positiv Network.

** conteúdo em vídeo no canal do YouTube, inscreva-se!

*** receba os artigos em primeira mão e de fácil compartilhar, clicando aqui.

3 Respostas para “Propósito é suficiente sem resultado?

  1. Matéria curta mas com bastante energia positiva…também sou um entusiasta das boas notícias, pretendo em breve agilizar algo em torno disso, e também quero fazer com que as pessoas prosperem, “acordem” para o que é a vida, e possam dar sequência em uma história linda que é viver!👊🏻😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *