De Fevereiro e Novembro, o que você aprendeu?

O ano está chegando ao fim e neste período mencionado de fevereiro a novembro se passaram nove meses. Tempo o bastante para inúmeras experiências e vivências, ainda mais relevantes durante um período de pandemia onde as pessoas se viram obrigadas a mudar hábitos e comportamentos. Antes que alguém pense que nove meses é pouco tempo, devemos lembrar que este é o tempo de desenvolvimento e nascimento de um bebê. Por isso mesmo vale a pena refletir o que aprendemos neste período.

Como não posso dizer o que os outros aprenderam, me limito a compartilhar o que aprendi neste intervalo de tempo. Inicialmente passei a valorizar mais minha casa. Me questionei se realmente estava construindo um lugar de paz e descanso e o que poderia fazer para melhorar isso. A partir deste ponto fiz pequenos ajustes pensando em melhorar meu sono e trazendo mais qualidade pros momentos em casa.

Em segundo ponto, aprendi que estar em conexão com boas pessoas e ter boas conversas é de extrema importância para nosso crescimento. Neste sentido, é preferível estar sozinho do que estar com más companhias ou fazer parte de conversas que nada agregam ou sejam negativas.

Aprendi a reconhecer o quanto maravilhosa a natureza é, e o quanto ela nos oferece sem cobrar nada em troca, apenas o seu cuidado. Aprendi a importância de interagir com a natureza com frequência, como uma maneira de recordar o quanto abençoados somos a cada abrir de olhos.

Em última instância, aprendi que devo aproveitar mais o tempo que tenho, fazendo aquilo que me traz felicidade. Na pandemia assumi muitos novos compromissos que passada a animação inicial se mostraram desgastantes e de pouco ou nenhum retorno. Retorno no sentido além da questão financeira, mas muito conectado com a questão de satisfação pessoal. Aprendi de verdade que essa é a balança que importa.

Se não estamos felizes ou satisfeitos fazendo alguma coisa, é preciso mudar. Se não estamos felizes próximo a determinadas pessoas, é preciso mudar. Se não estamos felizes em alguns locais, é preciso mudar. A insatisfação pressupõe a mudança, que deve ocorrer no sentido de tornar nossas vidas melhores, mais felizes ou com mais significado.

Diante de tantas reflexões o próprio Blog Bem Pensado foi incluído. Em Novembro passaremos por uma reestruturação, e tão logo organizado, mudamos de um único autor e ponto de vista para múltiplos autores e pontos de vista, todos sempre positivos. Com isso a idéia é multiplicar ainda mais o conhecimento e reflexão que tantas pessoas se esforçaram para adquirir.

* artigo escrito por Rafael Ottaiano, fundador da Positiv Network.

** conteúdo em vídeo no canal do YouTube, inscreva-se!

*** receba os artigos em primeira mão e de fácil compartilhar, clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *