As roupas no chão do banheiro

Hoje as roupas do menino de 6 anos estavam lá no chão do banheiro…

Olhei… Respirei…

Deu vontade de dizer que já falei sobre isso um milhão de vezes, que tudo tem seu lugar, que o banheiro vive uma bagunça, que hoje a diarista veio e que, pelo menos por um dia, a casa poderia permanecer arrumada e blá, blá, blá…

Chamei o menino e disse:

– Olha ali no banheiro… Tem algo que pode ser melhorado?

Ele olhou e pegou as roupas para levar ao cesto. Autoestima preservada, sem hormônios de estresse no corpo, sem rótulos que não ajudam, sem quebra de vínculo, sem chatice de mãe…

Aí quando eu olho no cesto, alguns minutos depois, as roupas estavam parte em cima da tampa e parte caída no chão… Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh…

Respira, conta, respira e conta de novo… Quando a calma volta por dentro, é hora de agir por fora…

– Filho, como podemos deixar essa parte ali (mostrando o cesto) mais bonita.

Ele pegou o que estava no chão e colocou junto com a que estava em cima da tampa.

– E prá ficar ainda melhor?

Ele colocou tudo prá dentro.

Ele só tem 6 anos. Ele está ainda aprendendo. E assim, ao invés de apenas cumprir ordens e dormir com a cabeçla cheia de cortisol por um abiente pesado de gritos e surtos, desenvolveu sua própria capacidade de olhar o ambiente e verificar o que pode ser melhorado.

Não é, definitivamente, o caminho mais fácil… Mas é o que mais me realiza como mãe.

One Reply to “As roupas no chão do banheiro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *