Hub de Inovação da FUCAPE promete proporcionar um ensino teórico e prático aos alunos

Hub de Inovação da FUCAPE Business School

O intuito de criar um espaço que acomode o conhecimento acadêmico e a prática diária do mercado de trabalho fez com que a FUCAPE Business School iniciasse a construção de um Hub de Inovação. A previsão é que o espaço esteja pronto para o uso de startups e dos alunos da instituição no primeiro semestre do próximo ano.

A ideia do projeto é promover a fusão do mercado disruptivo com a academia de qualidade, incubando, acelerando e financiando startups ou praticando coworking ativo em projetos de empresas já maduras.

De acordo com Aridelmo Teixeira, diretor e fundador da FUCAPE, o maior beneficiário do projeto são os alunos da instituição, que vão conseguir ter embasamento teórico e prático no seu processo de formação.

“O que nós estamos fazendo não é um local para ganhar dinheiro alugando cadeira, não é um lugar para ganhar dinheiro simplesmente pela valorização das startups. Aqui vai ser um lugar para juntar as necessidades do mercado com as necessidades dos alunos. É a de o aluno aprender praticando, aprender no mundo real, mas com muito suporte teórico. Esse é o diferencial do Hub”.

Aridelmo explica a importância de um espaço teorizado. “Esse papo de ‘aprender fazendo’ demanda um tempo muito maior, e as suas limitações estão expostas ao momento que você viveu. Mas quando você vai para um ambiente que já foi teorizado, todas as opções estão ali. Faz com que você consiga escolher melhor os caminhos, isso traz agilidade e produtividade”.

Inauguração adiada

A previsão inicial era de que o Hub de Inovação, que contará com um auditório, café 24 horas e salas de estar, ficasse pronto no primeiro semestre deste ano. A pandemia da COVID-19, no entanto, atrapalhou os planos da instituição, que adiou a inauguração do ambiente para 2021.

“A pandemia atrasou um pouco. A previsão era para tudo estar pronto em abril. Em um primeiro momento tudo foi parado, mas fomos administrando o processo. Depois fomos trabalhando em um ritmo mais lento, mas hoje já avançamos bastante”, explica Aridelmo.

O diretor, inclusive, revela que a paralisação das obras fez com que o Hub de Inovação da FUCAPE ganhasse mais parceiros.

“Nós íamos começar com apenas uma startup, mas já estamos com seis. Ou seja, o adiamento também ajudou”, finaliza.

Veja mais conteúdos sobre educação e tecnologia no EducaTech.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *