Pais brasileiros que moram no exterior e o desafio de criar filhos bilíngues

Inglês
Compartilhe esta notícia

Todos os anos milhares de brasileiros deixam o Brasil para morar no exterior. A decisão de imigrar para outro país pode estar relacionada a diversos motivos: trabalho, estudos, segurança, melhor qualidade de vida, entre outros. Além dos desafios culturais e de adaptação ao novo país, brasileiros com filhos no exterior passam a ter mais um desafio, que é o de educá-los em um país onde a língua oficial não é a portuguesa. Então surge a dúvida de como criar os filhos bilíngues.

Relatos de pais brasileiros mostram que o problema nem sempre está no aprendizado da língua do novo país. Crianças aprendem rápido. Em poucos meses já estão fluentes no novo idioma. O real desafio, no entanto, está em educar o filho na língua de origem. Uma pesquisa realizada pela LUMA Escola Individualizada com pais brasileiros que moram no Canadá mostrou que 100% deles acreditam ser importante que o filho aprenda o português. As razões citadas passam pelo contato com a família brasileira, futuro desenvolvimento profissional, desenvolvimento pessoal e fluência em dois ou mais idiomas.

Em geral, pais brasileiros tentam ensinar a língua portuguesa aos filhos seguindo a seguinte ideia: dentro de casa falamos apenas português; fora, falamos a língua do país local. A mesma pesquisa realizada pela LUMA mostrou que cerca de 88% dos pais brasileiros que moram no Canadá praticam português com seus filhos em casa. Essa é uma boa técnica para ensinar vocabulário e pronúncia, mas pode ser falha no desenvolvimento da escrita e gramática.

Outros desafios, além disso, podem estar presentes no meio familiar. Quando os pais são de países diferentes, por exemplo, qual á língua a ser ensinada em casa? E se os pais, devido a alta carga de trabalho, não têm tempo suficiente para praticar o português em casa? Em todos esses contextos, portanto, a presença de um professor pode contribuir significativamente para o desenvolvimento do português como segunda língua. Foi constatado que mais de 30% dos pais brasileiros que moram no exterior gostariam de ter ajuda de um professor para ensinar a língua portuguesa aos filhos.

É cada vez mais comum encontrar crianças bilíngues, principalmente em países que recebem muitos imigrantes, como o Canada e EUA, por exemplo. Existem vários estudos que evidenciam os benefícios de os filhos serem bilíngues. Há um aumento de concentração, criatividade, melhor performance no planejamento e solução de problemas e maior acesso a pessoas e recursos. Pais brasileiros que moram no exterior têm ciência de todos esses benefícios. Dessa forma, não é por acaso que 100% deles afirmam que a principal razão pela qual querem ensinar português aos filhos é o desenvolvimento pessoal.

E aí, curtiu o texto sobre pais brasileiros que levam o desafio de criar os filhos bilíngues? Então deixe seu comentário abaixo.

Veja mais conteúdos sobre educação e tecnologia no EducaTech.

*artigo escrito por Mariana Carvalho, graduada em Engenharia Química pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), mestre em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE-UFRJ) e doutoranda em Engenharia Química pela University of Waterloo (Ontário, Canadá).

Um comentário em “Pais brasileiros que moram no exterior e o desafio de criar filhos bilíngues”

  1. Falar o português as crianças realmente aprende com os pais, mas não é só isso.
    A cultura brasileira também precisa estar presente na vida dos aprendentes.
    A escrita e leitura em português, sabemos que não é fácil para os que estão aprendendo a ler e escrever em outro idioma. Por isso uma estratégia dinâmica e lúdica é necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *