Instituições de ensino superior se unem e lançam o Movimento Contrate Universitários

Movimento Contrate Universitários

A dificuldade para os estudantes se inserirem no mercado de trabalho já era grande antes mesmo da pandemia. No atual cenário de crise econômica, que impacta diretamente no aumento das taxas de desemprego, a situação piorou. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (PNADC), do IBGE, o desemprego entre a população brasileira de 18 a 24 anos aumentou no segundo trimestre de 2020, atingindo uma média nacional de 30%. Por isso, unidos pelo mesmo propósito, um grupo de lideranças de Instituições de Educação Superior (IES) está lançando o Movimento Contrate Universitários.

A iniciativa está sendo encabeçada por sete instituições de ensino superior: Ânima Educação, FECAF, FECAP, UNIASSELVI, UNIOPET, UNIS e UNISUAM. Todas elas são clientes e parceiras da Workalove, edtech que desenvolveu uma tecnologia capaz de conectar instituições de ensino, empresas e estudantes e que também está por trás do Movimento Contrate Universitários.

Sensibilizadas pelo momento que o mundo está passando, essas instituições resolveram se unir e contribuir de forma colaborativa, por meio do Movimento Contrate Universitários. A ideia, portanto, é mobilizar todo o setor produtivo dos seus relacionamentos para conhecer o perfil dos seus estudantes.

O Movimento Contrate Universitários é inspirado no modelo da Tríplice Hélice, que foca na universidade como fonte de inovação e empreendedorismo. Dessa forma, ela passa a assumir um papel que vai além do ensino e pesquisa, mas também de um promotor do desenvolvimento econômico.

Como participar do Movimento Contrate Universitários?

Qualquer instituição de ensino de qualquer porte e região do país, que ofereça serviços educacionais de capacitação e/ou formação para jovens com idade mínima para estagiar de 16 anos, está apta a participar da iniciativa.

Todas as instituições de ensino que assinarem o manifesto poderão ter acesso gratuito à plataforma. Além disso, qualquer empresa, startup, organização da Sociedade Civil e órgão governamental vai conseguir ofertar vagas de trabalho, estágios e oportunidades de empreendedorismo, permitindo aos estudantes encontrar novas fontes de renda para concluir seus estudos.

Vale ressaltar que o cadastro na plataforma é gratuito e os recursos para ofertas de vagas de filtro de talentos também não custam nada.

Veja mais conteúdos sobre educação e tecnologia no EducaTech.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *