Educação infantil: a leitura é o ponto principal da alfabetização

Educação infantil
Compartilhe esta notícia

Quando o assunto é educação infantil, a leitura aparece como um aspecto fundamental na alfabetização. Além de estimular a criatividade e a imaginação, ela contribui para o aumento do vocabulário – dependendo da faixa etária atendida na educação infantil, o vocabulário ainda está em aquisição -, melhora da escrita e o desenvolvimento do senso crítico.

A educação infantil tem sua participação importante na criação de bons leitores. Criar com as crianças momentos de leitura, mesmo aquelas que ainda não sabem ler, é de fundamental importância. Permitir que elas manuseiem os livros, vejam as gravuras, as letras, criem diálogos mesmo que internos com as imagens vistas faz que a paixão pela leitura vai se constituindo.

Estimular que falem sobre o livro “lido” estabelece conexões cerebrais importantes para o desenvolvimento cognitivo. O ato de ler mobiliza 17 área do cérebro.

À medida que os adultos ou outras crianças já alfabetizadas leem para crianças que ainda não sabem ler vai desenvolvendo não só o cérebro, mas também a cultura em que está inserida. Portanto, a leitura deixa de ter somente função para o desenvolvimento cerebral, mas também para a fala e a cultura.

A educação infantil enquanto primeiro lugar depois da família com maior contato de tempo com as crianças tem sua importância na criação desse gostar de ler. Objetiva a mostrar à criança que ler não é só um livro, mas também outros portadores textuais, entendendo a leitura como interpretação do mundo, busca de informação, ampliação cultural ou apenas o prazer que a leitura pode proporcionar ao te colocar em contato com lugares e culturas diferentes.

Propiciar às crianças momentos de exploração sozinhas com o livro também é muito enriquecedor. A mediação não deve ser direta, mas o professor deve estar ao lado disponível caso a criança necessite. Na educação infantil podemos propiciar momentos de pergunta e estímulo a outras percepções sobre a leitura realizada.

Muitos jovens falam que não gostam de ler, mas passam o dia na internet lendo textos sem nem se dar conta. Isso porque estamos presos ao conceito de leitura e livro, quando a leitura, na verdade, envolve qualquer texto, seja até mesmo um encarte de supermercado.

A leitura, muitas vezes, cria laços não só com quem lê, mas também com quem escreve. Ela nos nutre e socializa com os que estão ao nosso redor, podendo ser o bem maior da educação infantil na preparação das nossas crianças para uma sociedade com mais equidade e respeito.

Veja mais conteúdos sobre educação e tecnologia no EducaTech.

*artigo escrito por Ana Luisa Figueiredo de Abreu, professora de educação infantil há 27 anos, formada em Pedagogia pela Ufes, e pós-graduada em Psicopedagogia e Docência na Educação Infantil, e Autora do livro “Dialogando Com a Educação Infantil”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *