Educação financeira é tema de Hackathon Internacional

Hackathon Internacional
Compartilhe esta notícia

A Happy Code, referência global no ensino de Programação, Maker e Robótica, realizará a 1ª edição do Hackathon Internacional com crianças e adolescentes. O tema deste ano é a educação financeira, que apesar de ter uma importância cada vez maior, não costuma fazer parte da educação tradicional. As inscrições (clique aqui) para o evento começaram no último dia 07 e vão até 06 de junho. Qualquer criança entre sete e 14 anos pode se inscrita e concorrer aos prêmios. Serão distribuídos mais de R$ 80 mil reais entre bolsas de estudos e equipamentos da Logitech, que está coproduzindo o evento.

A 1ª edição do Hackathon Internacional será realizada no formato on-line, com etapas locais, regionais, nacionais e a final internacional. O evento será dividido em duas categorias: de sete a dez anos, e Teens, que compreende crianças dos 11 aos 14 anos.

As crianças se reunirão para criar uma solução para o problema proposto. O processo consiste na ideação, criação de um protótipo da solução e apresentação do projeto. As etapas de criação do projeto envolvem a descoberta, momento em que os participantes estudam sobre o tema proposto, a ideação de prototipagem, momento de concepção e criação do projeto e, então, finalizam a apresentação com a solução para o problema proposto.

“A 1ª edição do Hackathon Internacional representa o maior projeto de fomento à educação financeira do país e o maior Hackathon infanto-juvenil do mundo. Embora exista o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, como resolução de problemas, raciocínio lógico, criatividade, entre outras, o maior ganho é fazer os participantes pararem para pensar sobre esse tema tão importante”, explica Otoniel Reis, diretor da Happy Code.

Antes da Hackathon Internacional tiveram outras quatro nacionais

Oriundo do universo hacker, o termo Hackathon é a união das palavras “hacker + maratona”. O Hackathon da Happy Code é a maior competição de empreendedorismo digital infanto-juvenil do mundo. Durante a maratona, as crianças são estimuladas a pensar em soluções criativas sobre o tema proposto. Além disso, elas vão contar com apoio de instrutores que ajudam a organizar as ideias do grupo.

“Para nós (da Logitech), será uma grande experiência auxiliar crianças do Brasil, Portugal e Espanha a desenvolverem importantes conhecimentos para o futuro, pois um tema como educação financeira é pouco ensinado nas instituições mais convencionais”, afirma Jairo Rozenbilt, presidente da Logitech Brasil.

Em 2018 ocorreu a 1ª edição nacional, com o tema “Saúde Bucal”. Mas em 2019 ocorreram a 2ª e 3ª edições, também nacionais, com os temas “Segurança Digital” e “Games na Educação”, respectivamente. A 4ª edição foi no ano passado, de forma on-line, e o tema não podia deixar de ser “Covid-19”.

Campeã da 3ª edição, Giovanna Nascimento Oliveira, de 10 anos, relata a experiência de ter participado da Hackathon. “Foi uma oportunidade incrível. Eu sabia que tinha chance de vencer, mas ver o nosso trabalho premiado me encheu de orgulho. Com a vitória, pude participar do technovation girls com outras meninas que pensavam e mexiam em tecnologia como eu, então foi incrível”.

Giovanna, que já concluiu os cursos de Minecraft, desenvolvimento de jogos, YouTube e Robótica na Happy Code, tomou gosto pela área e pensa em seguir carreira. “Eu quero ser programadora ou desenvolvedora de software. Ou até mesmo mentora de Hackathon, porque eu gosto muito de tecnologia e quero trabalhar com isso no futuro”.

Veja mais conteúdos sobre educação e tecnologia no EducaTech.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *