Saiba sete dicas para se preparar para o Enem

Enem
Compartilhe esta notícia

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está chegando e para se dar bem nesta primeira etapa é de suma importância ter estratégias bem definidas quando se é adotado um plano de estudo com foco na conquista das vagas universitárias mais disputadas do Brasil. Ter um tempo dedicado exclusivamente para os estudos, fazer testes assertivos e traçar essa estratégia com muito foco não é fácil. Mas para se adaptar essa rotina e ajudar a vida do estudante nesse momento, convidamos o professora Daniela Moulin para trazer sete dicas essenciais para se preparar de forma assertiva para o Enem. Confira!

trabalhe seus pontos fracos

Sabe aqueles conteúdos que mesmo que já tenham sido estudados, continuam saindo errado quando são aplicados em exercícios? Agora é o momento desses erros serem usados como aliados para alavancar os estudos e aumentar o número de acertos nessa reta final. Em vez de usar todo o seu tempo aprendendo conteúdos novos, estamos no momento de garantir aqueles temas que você já estudou e ainda não dominou, buscando professores e até mesmo colegas para tirar todas as dúvidas. Essas são ações importantes nesta etapa. Dedicar-se a entender o motivo dos erros, mesmo que para isso tenha que estudar mais vezes que o esperado. Revisar ao máximo é fundamental.

separe um tempo exclusivamente para os conteúdos

Estudar exige muita atenção, não é uma atividade muito empolgante ou estimulante. Consequentemente, disputar uma “queda de braço” entre estudos e outras atividades, como assistir tv ou mexer no celular, são competições extremamente desleais e quem sempre sai em desvantagem são os conteúdos a serem estudados. Portanto, não é só manter um horário diário dedicado a estudar, como também ter um ambiente que “blinde” o máximo os estímulos externos quando for aprender conteúdos novos.

faça atividades ligadas ao enem

O Enem é uma prova bastante extensa, com questões que exigem muita interpretação de quem irá realizá-lo. É importante que ao longo do ano de estudos o estudante se familiarize com o modelo de prova. Então, para isso, é fundamental inserir na rotina de estudos a realização de provas antigas e simulados, para já ir se habituando desde cedo com o dia da prova. Agora na reta final, é indispensável que essa prática seja intensificada. Quanto maior a ambientação com a prova, mais preparado para o exame o estudante vai estar.

estabeleça metas

Ao longo do ano, sinto uma queda na produtividade dos alunos, o que é normal, visto que estão estudando há meses. Usar metas diárias na rotina de estudo ajuda o estudante a manter a constância. É importante ter em mente que os objetivos estabelecidos sejam palpáveis e que o estudante não se sobrecarregue. Tenha em mente que é normal cometer erros no início ao estabelecer suas metas. Portanto, para conseguir manter uma boa regularidade nos estudos, ajustes deverão ser feitos para que as metas sejam realizadas dentro do planejado.

faça resumos para ajudar a fixar os conteúdos

Sempre recomendo aos meus alunos que ao estudar um conteúdo eles façam anotações do que eles entenderam e, o mais importante, com as palavras deles dos pontos importantes de cada tema. Essas notas são peças-chaves no processo de assimilação de conteúdo, além de se tornarem um incrível material de apoio para as futuras revisões.

relaxe e confie no seu preparo

É muito comum conversar com alunos que apresentam uma baixa “autoestima intelectual”, ou seja, que duvidam de sua capacidade ou não acreditam serem capazes de aprender certa matéria ou atingir determinado resultado. Bom, não é porque você tem mais dificuldade em matemática do que em biologia, que você nunca irá aprender a fazer cálculos mais complexos. Para aprender cada matéria são necessários tempos diferentes e dedicações em níveis de intensidade diferentes. O resultado que você atinge é fruto da sua dedicação, então confie neles.

use aplicativos de estudos paralelos

Para que nosso cérebro assimile conteúdos novos ele precisa receber estímulos e quanto maior a intensidade e a variedade deles, melhor e mais rica em detalhes será a sua memória quanto ao tema estudado. Então, por que não usar a tecnologia a nosso favor e buscar aplicativos que estimulem o aprendizado em um formato mais tecnológico ou através de um game? Além de ajudar na memorização, pode deixar a rotina de estudos mais leve e descontraída.

Veja mais conteúdos sobre educação e tecnologia no EducaTech.

*artigo escrito por Daniela Moulin, Coordenadora Pedagógica da Gama Pré-vestibular. Possui a função de garantir a implementação da Metodologia Gama na rotina do aluno aumentando a efetividade dos seus estudos. Além disso, já teve passagem como professora de física e mentora dos alunos da instituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *