6 benefícios do ensino de programação para as crianças

Ensino de programação
Compartilhe esta notícia

Há um tempo, o aprendizado de inglês era considerado fundamental para preparar crianças e jovens para suas vivências futuras – fossem cursos, oportunidades de trabalho e até acesso a livros e conteúdos. Hoje, essa necessidade se mantém, mas só essa linguagem não basta para formar os pequenos para as demandas dos próximos anos. Com um mundo cada vez mais digital, o ensino de programação têm um grande impacto no desenvolvimento infanto-juvenil.

Nem todas as escolas têm o ensino de programação no currículo, o que faz com que muito do potencial de desenvolvimento e criação das crianças seja pouco trabalhado. Com isso, perdem-se muitos dos benefícios dessa aprendizagem. Fernando Prado, Country Manager da BYJU’S FutureSchool, maior edtech do mundo em educação interativa, listou seis dos benefícios que esse ensino traz para as crianças:

  1. Desenvolvimento do raciocínio lógico e do pensamento matemático;
  2. Estimula a criatividade;
  3. Ajuda na organização dos pensamentos;
  4. Ensina a lidar com as frustrações;
  5. Consumo de internet com mais qualidade;
  6. Diferencial para o seu futuro profissional.

Desenvolvimento do raciocínio lógico e do pensamento matemático

A linguagem da programação utiliza códigos que são considerados complexos e o programador precisa desenvolver e aplicar o raciocínio lógico. Exige muita concentração, o que acaba estimulando o lado esquerdo do cérebro. Essa é a região responsável por coordenar as capacidades de análise, lógica e criatividade, fazendo com que essas três habilidades fiquem mais apuradas.

No dia a dia, o estímulo a essas habilidades melhora o desempenho escolar em diversas disciplinas.

Estimula a criatividade

Não há limites para a criatividade no ensino da programação, que sempre requer ideias inovadoras para solucionar os desafios que surgem durante o desenvolvimento de um aplicativo, um jogo ou uma página.

A criança que aprende programação é estimulada e a olhar para o “problema” por diversos ângulos e caminhos para alcançar a solução. Tudo motiva a criação de um aplicativo ou software e mesmo que ela não deseje esse caminho como profissão, o conhecimento adquirido em programação irá ajudar a ser criativo em todas as áreas da vida.

Ajuda na organização dos pensamentos

Assim como todas as disciplinas bem conhecidas, a programação também é um tipo de linguagem, e possui uma estrutura e lógica. Para “escrever” um código, a criança sai da sua zona de conforto e precisa saber primeiro o que ela quer (re)produzir, para depois organizar suas ideias e pensamentos, de modo que consiga seguir o que pretende realizar.

Essa prática que será conquistada terá impacto também no modo com que ela lida com a vida, como se comunica e dialoga.

Ensina a lidar com as frustrações

Como mencionado anteriormente, a programação é uma área complexa, em que todos os detalhes importam e um erro pode prejudicar todo o funcionamento.

Isso estimula a criança a lidar da melhor forma também com os desafios, já que precisa encontrar o erro e consertá-lo, o que irá motivá-la. Fora do universo da programação, isso promove mais inteligência emocional, autocontrole e autoconfiança, além de capacidade de resolução de conflitos.

Consumo de internet com mais qualidade

Estamos vivendo em um mundo muito digitalizado. Então muito se fala sobre os riscos e malefícios da exposição excessiva a telas e como elas influenciam no desenvolvimento das crianças.

Entretanto, as pesquisas mais recentes demonstram que, mais que o tempo, o que é determinante para o impacto do consumo de telas no desenvolvimento dos jovens é a qualidade do conteúdo a que são expostos.

O ensino da programação é uma oportunidade de incentivar o uso consciente e sadio, cujas consequências poderão ser sentidas por toda a vida. A programação, dessa forma, permite que isso aconteça e muito mais.

Diferencial para o seu futuro profissional

Mesmo que o seu pequeno gênio não queira seguir o caminho da programação como carreira profissional, esse método de ensino pode colaborar e muito em qualquer área que deseja seguir.

O mercado de trabalho está muito competitivo e quem possui mais soft skills e competências digitais na bagagem irá se destacar. A programação, portanto, é uma forma inovadora e divertida de estimular as crianças desde cedo a desenvolver habilidades que serão cada vez mais desejadas pelas empresas no futuro.

Veja mais conteúdos sobre educação e tecnologia no EducaTech.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *