Começam as inscrições com 294 vagas para trabalhador portuário em Vitória

E começaram hoje (segunda, 20) as inscrições para as 294 vagas, além de cadastro de reserva, para o cargo de Trabalhador Portuário Avulso (TPA) Multifuncional, concurso do Órgão de Gestão de Mão de Obra do Trabalho Portuário Avulso do Porto Organizado do Estado do Espírito Santo (Ogmo-ES), em Vitória. O profissional deverá manusear as cargas e mercadorias e operar os equipamentos portuários. Todas as etapas do processo seletivo serão realizadas em Vitória. O salário é de R$ 2 mil para 6 horas diárias. Os interessados têm até o dia 4 de agosto para se inscrever pelo site www.selectaes.com.br. A taxa é de R$ 122. Confira o edital completo no link: https://competition.inovatisistemas.com.br/ogmoes_0022011/anexos/ANEXO_17.pdf

0 Resposta para “Começam as inscrições com 294 vagas para trabalhador portuário em Vitória

  1. Apesar de ser um oportunidade excelente, o processo seltivo tornou-se muito dificil para que pessoas que não possui experiência nos equipamentos citados no edital, pois essas terão de acertar 86% da prova objetiva (43 de 50) para poder atingir a pontuação necessária para a aprovação. Vale ressaltar também o valor absurdo.

  2. Também concordo… sem falar no abuso quanto a exigir experiência profissional. O edital informa que está em consonância com a Convenção Coletiva. Pelo contrário, estão indo contra ela. Comparem a página 23 da Convenção com o Edital… a convenção encontra-se no site da OGMO-ES na opção (Institucional -> Legislação)

  3. Também concordo… sem falar no abuso quanto a exigir experiência profissional. O edital informa que está em consonância com a Convenção Coletiva. Pelo contrário, estão indo contra ela. Comparem a página 23 da Convenção com o Edital… a convenção encontra-se no site da OGMO-ES na opção (Institucional -> Legislação)

  4. A fórmula da nota final apresentada no edital contém um erro, pois o denominador deve ser 10 e não 100. Da forma como está não é possível se atingir os 60 pontos para ser considerado aprovado, caso o denominador mude para 10, a Manuela tem razão no seu posicionamento srão necessário acertar 43 questões para a aprovação.

  5. A fórmula da nota final apresentada no edital contém um erro, pois o denominador deve ser 10 e não 100. Da forma como está não é possível se atingir os 60 pontos para ser considerado aprovado, caso o denominador mude para 10, a Manuela tem razão no seu posicionamento srão necessário acertar 43 questões para a aprovação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *