Dúvida cruel: afinal, qual o melhor caminho a seguir na hora de escolher a profissão?

Uma pesquisa da USP mostrou que mais de 40% dos alunos de alguns cursos não chegam a se formar. A maioria por estar frustrada com a escolha feita. A empresa Weigel Coaching chegou a outro número assustador: 61% dos profissionais estão insatisfeitos com suas carreiras. O problema pode estar lá no início, na hora de escolher o curso superior ou técnico que definiria a vida profissional da pessoa. A poucos dias do Enem, é importante estar atento a alguns detalhes. Segundo especialistas em carreira, hoje, em plena era digital, é importante observar cinco fatores antes de escolher a profissão:

PRAZO DE VALIDADE DA CARREIRA
Algumas profissões são de difícil recolocação no mercado em caso de demissão. Outras são mais fáceis. Isso será determinante durante a carreira.

NOVAS PROFISSÕES
Devido às mudanças na tecnologia, alguns cursos ganharam outras funções. Fique atento ao número de atividades que essa profissão oferece, por exemplo: Direito, a pessoa pode ser advogado, consultor jurídico de empresa, especialista em crimes cibernéticos e ambientais, entre outros.

RETORNO FINANCEIRO
Algumas profissões oferecem um bom retorno financeiro em um prazo menor de tempo. Outras, a pessoa terá que trabalhar em dois ou três empregos para ter algum resultado. E o dinheiro é importante, inclusive, para investir na própria carreira.

SATISFAÇÃO PESSOAL
É fundamental trabalhar em uma área com maior afinidade. Todas as profissões têm problemas, mas passar por eles tendo prazer pelo que faz é menos frustrante.

PERSPECTIVA DE CRESCIMENTO
Algumas profissões são limitadoras por natureza, outras, oferecem um mundo de possibilidades. A escolha da carreira deve ser proporcional à ambição da pessoa.

[VIDEO]13250,center[/VIDEO]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *