Seu estilo de liderança é o mais adequado?

Existem estudiosos comportamentais que dedicam suas carreiras a responder com segurança que características formam um líder. Por isso ainda é tão complexo encontrar a resposta exata para essa questão.

Para lhe ajudar a entender sobre seu estilo, vamos ao resumo das teorias de liderança.

Teoria dos traços – Estuda as principais características do líder, seus traços pessoais intrínsecos e naturais. O que nos faz acreditar que o verdadeiro líder nasce pronto.

Teoria dos comportamentos – Contrapondo a teoria anterior, os estudiosos tentaram comprovar que é na verdade um conjunto de comportamentos eficazes que evidenciam um verdadeiro líder. Mais do que entender quais eram as características, os estudiosos buscaram saber o que eles faziam para terem melhores resultados e que, portanto, poderiam ser modeladas. Assim podemos acreditar que aprendemos liderar.

Teoria situacional – Os teóricos da contingência acreditam que não existe um modelo formatado e sim mais eficiente para cada situação.

Teoria da liderança transacional – Neste modelo de liderança existe uma troca clara entre o líder e os liderados que correlaciona os interesses ligados a ganhos econômicos, psicológicos e políticos e a relação de parceria ocorre enquanto ambos perceberem que podem ser beneficiados.

Teoria da liderança transformacional – A liderança é responsável por engajar e motivar a equipe para que todos se dediquem ao mesmo propósito levando ganho a todos os envolvidos.

Liderança por atribuição – Parte do princípio de que um grupo elege ou reconhece um líder que irá definir as atribuições e tem o papel de engajar e motivar a equipe. Aqui vemos o modelo muito difundido anteriormente do líder como exemplo.

Liderança carismática – Aqui entende-se que o líder precisa conhecer e reconhecer os valores e ambições de seus liderados, a fim de atender as expectativas deles e com isso ampliar o compromisso dos liderados.

Depois de anos me dedicando a compreender teorias de liderança e atuar no desenvolvimento de centenas de líderes, sou categórica em dizer que todos estes modelos possuem ganhos e perdas e que o melhor modelo de liderança deve considerar: o contexto no qual está inserido, a cultura da empresa o nível de maturidade de seus liderados e os resultados a serem alcançados. E só a partir daí escolher o melhor modelos de liderança.

Se você conseguir realizar este levantamento com clareza, será mais fácil entender que habilidades e competências precisam ser desenvolvidas, para se transformar em um líder que entrega os melhores resultados através da gestão de pessoas.

Liderança se aprende, com empenho, erros e acertos!

E que em liderança, não existem receitas prontas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *