Quem está cuidando da sua carreira?

Atuando na área de RH há mais de 20 anos, uma das questões mais comuns entre empresas e colaboradores era: de quem é a responsabilidade pela carreira?

Considerando todo o histórico educacional do Brasil, as empresas por muito tempo assumiram essa responsabilidade de orientar e desenvolver. Hoje com acesso mais fácil a plataformas de estudos, cursos e formações, a concepção de que a responsabilidade pode ser dividida ganhou espaço.

Essa nova concepção valoriza a responsabilidade individual do profissional, evidenciando duas habilidades: aprendizado contínuo e protagonismo.

O que percebemos é que a autogestão de carreira, fala diretamente com o novo cenário socioeconômico onde buscamos maior flexibilidade do emprego, clareza de propósito, valorização das competências (técnicas e emocionais) e perspectiva de crescimento a curto prazo.

Diante dessas mudanças como os profissionais podem realizar uma boa gestão de carreira? – Abaixo descrevi 06 pontos que podem ajudar nessa construção.

Entenda o seu “porquê”- É mais fácil se dedicar a uma causa quando acreditamos no propósito e o mesmo vale para sua carreira. Um profissional de destaque dedica horas ao seu aperfeiçoamento e atuação, escolher uma carreira que faça sentido irá facilitar o processo.

Valide o seu “porquê”- O que você está disposto a fazer pela sua carreira? Você não precisa ser capa de revista para ser um bom profissional. Precisa estar satisfeito com sua carreira e isso precisa considerar outros pilares como família, qualidade de vida, liberdade…

Se aperfeiçoar em quê? – Identifique profissionais que hoje são considerados referência e tente compreender o que os torna diferenciados. Livros, formações, grupos…A arte da modelagem comportamental existe há anos e é considerada ferramenta de desenvolvimento pelos maiores CEOS do mundo. Inspire-se!

Desenhe a sua trilha de aprendizado – Na sua empresa ou no seu seguimento, que competências estão se destacando? Busque identificar com colegas de trabalho ou com o RH. Considere as que possui e trace um plano de aprendizado. Existem hoje inúmeros sites, plataformas e vídeos sobre os mais diversos temas. A educação está pela primeira vez se tornando acessível a maioria.

Tenha uma postura positiva – Autogestão de carreira envolve cuidar da sua imagem também. Por isso é importante saber como você é visto. Reclamar de tudo, não compartilhar informações e se fechar a mudanças, são exemplos de comportamentos que impedem o crescimento de qualquer profissional, independente do número de formações que possua.

Invista em você – Caso tenha condições invista em um programa de programas de coaching, mentoring ou counseling, dependendo do seu nível profissional. Você consegue ter um profissional que irá te ajudar em muitos dos pontos abordados aqui.

Apesar do conceito de autogestão de carreira ser novo, o termo “carreira” significava, originalmente na língua inglesa, “estrada para carruagens”. Posso dizer que o novo profissional é aquele que define o próprio caminho que quer seguir, construindo por si mesmo sua estrada para o sucesso profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *