Política

Mensagem enviada por: Paulo Cesar Semblano da Costa
Em recente entrevista ao FolhaVitória, o prefeito de Cachoeiro de Itapemirim reconheceu que não atendeu às expectativas da população. A questão não é se atendeu, e sim de capacidade administrativa para realizá-las. O povo brasileiro vem caindo em um conto do vigário alardeado por um partido que alcançou a presidência da nação. A dívida interna deixada pelo ex-presidente ultrapassa a casa dos 2 trilhões de reais, segundo o economista Ricardo Bergamini. As prefeituras do estado que o mesmo partido administra também apresentam os mesmos problemas de Cachoeiro, entre elas: Cariacica e Vitória. Para um partido que se vangloria de ser o único capaz de resolver os problemas da nação, e que no poder máximo entrega nas mãos dos trabalhadores brasileiros, a quem jurou defender e ser o único representante digno, um salário mínimo de miséria e de fome no valor de R$ 545,00 para atender interesses de multinacionais, merece reflexões profundas dos cidadãos. A não ser que prefiram acreditar em ilusões, em Papai Noel e nos delírios megalomaníacos de alguém ou de uma instituição política que diz ser o salvador da pátria para ganhar o poder e aos poucos querer transformá-lo em absoluto. Aliás, como são as nações com quem o PT mantém laços de amizade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *