O gestor público e os resultados

Ser “Gestor Público” é muito diferente de ocupar um cargo público executivo.

Algumas pessoas aceitam esses cargos sem o mínimo preparo e formação, não entendem da importância do exercício da liderança, dos aspectos da “governança corporativa”, da ética, com foco na missão, na visão e nos valores da organização.

Na área privada o profissional só tem ascensão ao cargo de gestor, atualmente conhecido como CEO, depois de muito se preparar. Além dos conhecimentos teóricos indispensáveis à função, o exercício da prática após ocupar diversos cargos que ajudaram em sua capacitação e trajetória.
São poucos os gestores públicos ocupantes do alto escalão do governo, que se preparam na teoria e possuem currículo e bagagem de gestão. Alguns ingressam interessados em se vão ter carro com motorista, secretária, celular, serviço de cafezinho e algumas mordomias.

Os salários dos principais cargos na área pública podem não ser tão atrativos quando comparados com os pagos na iniciativa privada, mas ao longo da história são muitos os exemplos de gestores que aceitaram o desafio de fazer a diferença na área pública. E foram muito bem sucedidos.
Onde estão estes gestores públicos é fácil de identificar, é só conhecer o desempenho e os resultados alcançados por sua organização.

Este profissional qualificado trabalha com metas, com indicadores, com referenciais comparativos, com evidência objetiva, com constância de propósitos, com fundamentos, com eficiência e eficácia.

Os nossos governantes ao formar suas equipes deveriam ter a responsabilidade de selecionar e convidar profissionais qualificados para exercer a função de gestor público e alçar a sua gestão a outros patamares. A sociedade merece e o tempo da boquinha e da mordomia precisa ficar para trás.

Denise de Moura Cadete Gazzinelli Cruz

4 Replies to “O gestor público e os resultados

  1. Como um gestor público, no caso municipal é o responsável por planejar, assessorar processos deliberativos e coordenar ações e avaliar programas e políticas públicas com uma atuação em todos os níveis em que há utilização de recursos empenhados para a produção de bens públicos, penso que deveria ser obrigatório um curso de Gestor Público para cada candidato com esse fim. Assim o povo não precisaria ser constrangido quando necessitasse usufruir um bem que lhe é de direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *