Liderança: reconhecimento e responsabilidades

Nos diferentes momentos coletivos de nossa vida, profissional ou pessoal, a presença de um líder empreendedor sempre faz a diferença para o sucesso. Essas pessoas iluminadas, naturalmente habilidosas, despertam nos grupos ou nas comunidades o ideal coletivo e os mobilizam para, juntos, concretizar os objetivos comuns. 

Fico muito satisfeito que, pelo 18º ano, a TV Vitória / Record TV e o programa Negócios de Sucesso organizem o Prêmio Líder Empresarial. É uma oportunidade bacana para incentivar, reconhecer e homenagear os nomes que se destacaram no cenário de negócios e empreendedorismo do nosso querido Espírito Santo. Nomes que ajudam no crescimento e no desenvolvimento do estado, permitindo abrir portas e janelas de oportunidades, principalmente para nossos jovens, que são o futuro do país.

Diante do atual contexto que estamos vivenciando no país e em um ambiente que reúne profissionais, formadores de opinião e lideranças de diferentes segmentos da sociedade, acredito que o prêmio é uma excelente oportunidade para refletirmos sobre os rumos da nação.

No Brasil, vivemos um período desafiador na conjuntura política e socioeconômica. Temos a iminente necessidade da retomada do racionalismo na agenda política e econômica. O país flerta com o que tem de pior no populismo latino-americano. Em 2014, vimos que o Brasil caminhava em uma direção equivocada e que, novamente, o Espírito Santo caminhava para a desorganização. Corrigimos a rota. Fizemos o mais complexo ajuste das contas públicas. Tivemos que viver com incompreensões, mas valeu a pena. Ainda que timidamente, começamos a crescer. Evoluímos o dobro do Brasil e estamos voltando a investir com recursos próprios.

O Espírito Santo não é uma ilha. Precisamos do Brasil forte. No cenário nacional, infelizmente, não identificamos esse tipo de iniciativa do governo federal, que está fragilizado e não consegue tocar as agendas modernizadoras de que o Brasil precisa. Aos líderes capixabas em seus diferentes segmentos, aproveito este espaço para convocar todos para contribuírem no processo de liderança coletiva.

Precisamos que as pessoas de bem se levantem para discutir as reformas transformadoras e modernizadoras necessárias para o Brasil recuperar a competitividade e voltar a crescer, gerar empregos, renda e oportunidades. É importante reconhecer e homenagear nossas lideranças, mas também é necessário que elas saibam de suas responsabilidades com o coletivo.

Paulo Hartung
Governador do Estado do Espírito Santo (2003-2010/2015-2018)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *