Amizade

Dos diversos sentimentos, para mim o mais pitoresco é o da amizade!!

Vejamos o amor: ele exige dedicação constante, convívio (quase diário), renúncia, sacrifício, cumplicidade, mas quando vêm as brigas, alto grau de tolerância, é complexo, mas imprescindível, todos querem amar, encontrar sua “alma gêmea”!

E o ódio? Este ninguém quer dividir, quer vivê-lo em toda sua intensidade, tecendo planos mirabolantes de vingança, às vezes esquece até o porquê do ódio, mas ele está ali, a espreita, aguardando o momento para dar o bote!

Temos a solidariedade, a compaixão, estas vias de mão única, nobilíssimas, nos fazem bem, afagam nosso coração e nossa alma, mas muitas vezes são praticadas para satisfazer nosso próprio ego!!!

E a esperança? Irmã gêmea do imponderável e do otimismo, mas sem a qual é impossível viver!!

Paciência? Mais fácil perder peso e controlar nossas taxas do que não perde-la, eventualmente.

Todos esses sentimentos são complexos! Envolvem ganhos, envolvem perdas, mas, para mim, a amizade é diferente!!

Não sou matemático. Os que o forem fiquem a vontade para me corrigir, mas creio que a fórmula da matemática da amizade é tão complexa que se torna simples:

Quando conhecemos um novo amigo e gostamos dele, a primeira coisa que pensamos é: tenho que apresentá-los aos meus amigos!!! Isto é compartilhar!! Aí entra a matemática, ou seja, vou dividi-lo com meus amigos e essa divisão vira multiplicação: 1 amigo + 1 amigo = uma infinidade de amigos, que passam a conviver juntos, dividir e respeitar os contrários, rir e chorar juntos, ficar anos sem se ver e reencontrar anos depois, como se fosse ontem. Velhos brincando como crianças

Na amizade não há espaço para egoísmo, mas para amor, ódio, solidariedade, compaixão, esperança, paciência e para quem mais quiser vir brincar!!!

Viva a amizade e os amigos!!!

Humberto Alexandre Campos Ramos
Procurador de Justiça do Espírito Santo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *