Atenção! O Covid 19 afeta o cérebro

Por Flávio Cavalcante

Não! Isso não é uma Fake News, é uma constatação desse mero observador das crônicas capixabas. As pessoas estão se tornando mais burras com o coronavírus.

Essa semana durante a minha modesta média, que novamente veio errada (mas eu já desisti de reclamar), um amigo me aborda dizendo: “Tem algo errado com essa história de Coronavírus. Alguém está ganhando muito dinheiro com isso. Não está tudo isso, estão supervalorizando. Com toda certeza alguém já tem uma vacina e está escondendo o jogo. Meu cachorro já foi vacinado contra o Coronavírus e é só tomar a mesma vacina. Tenho certeza que é um plano da China. Esse vírus nem mata tanto.” Confesso que nessa hora desliguei o escutador de bolero e pensei…Realmente o Coronavírus afeta o cérebro.

Como diria o Inimigo da Coroa, vamos por partes:

A) Realmente tem algo errado com a história do Coronavírus, ela veio no ápice da internet e das redes sociais, portanto se torna potencialmente mais midiática que qualquer outra crise, até agora. Estamos conectados, ligados ao mundo, recebendo informações em uma contagem de corpos ao vivo… Mas sim, tem algo errado: continuamos não sabendo filtrar informações, lavar as mãos e ler o mundo.

B) Sim, tem alguém ganhando muito dinheiro com o Coronavírus e vão ganhar muito mais, principalmente os países e as empresas que estão buscando uma vacina. Assim como foi o Tamiflu na H1N1 e a penicilina há décadas atrás… O problema é que os “Entendedores da Conspiração Mundial” esquecem é que muita gente está perdendo dinheiro. Economias estão parando, eventos sendo desmarcados, indústrias quebrando… No mundo sempre foi assim, uns choram outros vendem lenço.

C) Não tenho dúvida que estão supervalorizando, mas isso é uma estratégia, pois as pessoas precisam ter medo para evitar o contágio, caso contrário estava todo mundo na rua na Itália e o número de mortos seria muito maior. Assim o supervalorizar a notícia é uma estratégia para evitar que a pandemia ocorra.

D) “Com toda certeza alguém já tem uma vacina e está escondendo o jogo”. Sim, os Maçon Illuminatis Judeus que são terraplanistas de Saturno… Acorda, meu amigo… Se alguém tivesse essa vacina pronta e testada já estaria vendendo e muito caro… Agora, era a hora de fazer um Skimming de Mercado e ganhar dinheiro com força. É mais que óbvio que não tem vacinas prontas, mas estamos próximos de sintetizar uma imunização. E períodos de crises como esse fazem as pesquisas com medicamentos acelerarem, pois os padrões éticos são flexibilizados em nome do bem comum.

E) “Meu cachorro já foi vacinado contra o Coronavírus”. Sim, a Bazinga, Meu Pincet (mistura de Pincher com Basset) também, mas era o COVID 10, ou seja, 9 versões anteriores de vírus. É a mesma coisa de falar: “Estou protegido pois tenho anti-virus versão 2002 no computador”. Meu queridão! O Vírus é Mutante, a cada mutação as características mudam (agressividade, contágio, efeitos, letalidade…) e a cada vírus temos que nos imunizar novamente, por isso as vacinas contra a gripe são anuais.

F) “É só tomar a mesma vacina”. Apesar de você ser um animal não significa que a morfologia é a mesma, assim nem todo remédio para humanos funciona em caninos e vice-versa. Portanto essa relação causal não existe. Mas se você encontrar um veterinário disposto a fazer isso (o que duvido) sugiro não tomar, você pode sair correndo atrás de um carro ou latir no quintal a noite toda.

G) “Tenho certeza que é um plano da China.” Foi a frase derradeira… Se foi, temos que avaliar o nosso conceito sobre a China, pois nenhum país inteligente cria um vírus que paralisa sua própria economia por mais 2 meses, zera sua maior fonte de receita: a exportação, confina centenas de cidades e faz com que suas importações se tornem mais caras no futuro.

H) “Esse vírus nem mata tanto.” Pois é, ainda não sabemos das consequências a longo prazo (como foi o Zica e a Microcefalia), mas realmente a letalidade é pequena, porém 1% quando acontece com nossa mãe, nossos filhos ou nós mesmos é 100%.

Meus amigos, não sou o descobridor das conspirações, mas os vírus surgem sempre, uns mais outros menos letais, o que mudou é que estamos conectados, online, mais cidadãos do mundo, mais economicamente entrelaçados, mais temerosos, mais numerosos que nunca… e mais idiotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *