Profissões em alta e sua relação com o mercado de estágio

Por Jossyl Cesar Nader – superintendente executivo do CIEE-ES

A pandemia do coronavírus desestruturou o mercado de trabalho. Além do aumento do desemprego, que subiu para 12,6% no trimestre encerrado em abril deste ano, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),  e no mercado de estágio, que vimos uma queda de 60% de novas vagas, muitas das transformações que estamos vivendo, que  já eram especuladas para o futuro, foram aceleradas por conta da pandemia. Em um momento cheio de incertezas, algumas profissões ganharam destaque e mostraram-se muito mais importantes do que, até então, eram consideradas.  E é aí que toda essa mudança pode ser absorvida de forma positiva pelo mercado de estágio.

Um novo marco surge: o mundo passa a ser dividido em antes e depois da pandemia imposta pelo novo coronavírus. Um novo cenário se desenha e com ele novas oportunidades para diversos estudantes e profissionais quando falamos em estágio e recolocação no mercado de trabalho. Algumas áreas terão uma maior visibilidade, mas sabemos que em qualquer setor ou momento, a pandemia também veio lembrar que o capital humano é o principal recurso de uma empresa. Isso porque só as pessoas são capazes de terem ideias, algo primordial para a manutenção de um negócio. É aí que o estagiário pode se destacar, pois  são jovens estudantes conectados com o que há de mais novo, com grande potencial inovador, que podem fazer toda a diferença agora e no futuro.  Eles mantêm contato direto com a academia, faculdades e universidades, onde há uma grande produção de conhecimento, que pode agregar à operação empresarial.

O distanciamento social fez as profissões da área da tecnologia, que já seguiam em alta, serem ainda mais valorizadas, já que as empresas passaram a depender do trabalho remoto e das vendas online.  A indústria do entretenimento, os profissionais envolvidos na criação de jogos, filmes e séries, também passaram a ser vistos com mais valor, já que esse passou a ser quase o único tipo de entretenimento possível. Em uma situação extrema como a atual, os psicólogos têm sido grandes aliados para manutenção da saúde mental das pessoas. Esse tema ganha cada vez mais importância na sociedade e a profissão deve seguir um caminho de valorização.

Outra profissão que ganhou mais destaque com a pandemia foi o jornalismo. A imprensa tem exercido um importante papel de manter a população informada sobre a pandemia e seus desdobramentos no Brasil e no mundo. Médicos, enfermeiros, técnicos de laboratório, uma infinidade de profissionais ganharam visibilidade e reconhecimento. A área da saúde tem sempre alta demanda de profissionais e, pelo que a pandemia nos forçou a enxergar, deve seguir dessa forma, com sua importância ainda mais evidente daqui para frente.

As profissões em destaque agora devem continuar em alta pós-pandemia e influenciar no mercado do futuro com a ampliação das vagas de trabalho nessas áreas.  Para estudantes que ainda irão entrar no ensino superior ou que estão iniciando a carreira, levar em conta as tendências do mercado para buscar qualificação e escolher a área que deseja atuar no futuro pode ser fundamental para o sucesso profissional neste momento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *