O ser humano merece respeito

Por Flávia Oleare

O ser humano merece respeito! Independente de classe social. Cor. Idade. Opção Sexual. Estado Civil. Gênero. Religião. Estado de saúde.

Nenhum governo, partido político, pessoa física, pessoa jurídica, pastor, padre, mãe de santo, político ou qualquer outro pode dizer o contrário. Você não precisa concordar com a forma de ser, com o jeito, com as opções, com NADA que diga respeito ao outro. Mas é obrigado a RESPEITAR. A não agredir. A não tratar mal. A não agir com violência. A não xingar. Isso é um princípio básico da convivência em sociedade.

É sério que é preciso que uma lei diga que agredir um ser humano que ama uma pessoa do mesmo sexo é crime? Que para uma criança, é muito melhor viver em um lar com dois homens ou duas mulheres do que crescer em um abrigo? Que uma pessoa com idade avançada precisa ser bem tratada? Isso não seria o básico?

– Mas Flávia, o que isso tem a ver com o Direito?

Simples, meus amigos!

Se houvesse respeito, 90% dos litígios não iriam para o Judiciário. Se houvesse respeito, não seriam necessárias tantas leis. Se houvesse respeito, tantas coisas seriam evitadas…
Será tão difícil assim entender algo tão elementar?  Precisou de uma pandemia para mostrar isso? E o pior é que ainda não conseguiu!

Mas não percamos a esperança… Estamos todos no mesmo barco, vulgarmente conhecido como planeta Terra, tentando sobreviver. A raça humana é uma só.

Flávia Oleare é advogada civilista, especialista em direito de família e sócia da Oleare e Torezani Advocacia e Consultoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *