Pet também é mãe: cuidados com cadelas e gatas da gestação ao desmame

Pet também é mãe: cuidados com cadelas e gatas da gestação ao desmame

Está chegando o Dia das Mães! O dia dedicado a homenagear àquelas que nos deram o presente da vida também é uma ótima oportunidade de lembrar a importância do suporte para que os nossos pets tenham uma gestação tranquila e para que os filhotinhos fiquem cheios de saúde até o desmame.

Entender como acontece a gravidez dos pets ajuda a gente a cuidar melhor dos nossos animaizinhos – principalmente as fêmeas não castradas. Identificar que uma cadela ou gata está prenha é o primeiro passo: ambas as espécies apresentam mamilos mais inchados e aumento de peso, além de diminuição da disposição. Mas para ter certeza mesmo, depois das primeiras semanas de desconfiança, você precisa pedir que um profissional veterinário faça o ultrassom.

Cuidados com a alimentação

Precisamos cuidar muito bem da alimentação dos pets que estão esperando filhotes, afinal a necessidade de nutrientes aumenta bastante. A quantidade de ração vai mudar e o tipo de ração recomendada também é diferente. A Coordenadora de Comunicação Científica da Royal Canin, Natália Lopes, explica que a necessidade de energia para as gatas aumenta de 25 a 35% durante a gestação.

“Os nutrientes e a energia fornecidos por uma alimentação adequada são essenciais para o desenvolvimento do feto e a produção de leite ao final da gestação”, informa Natália. Normalmente se indica que a futura mamãe se alimente da ração de filhotes com formulação própria para sua espécie, desde a gestação até o fim da amamentação.

É a hora do parto!

Chegando perto dos 60 dias de gestação, é melhor já ir se preparando para ajudar o pet a realizar o parto. A natureza do próprio animal é encontrar um lugar mais tranquilo da casa e começar a se isolar nesse seu cantinho durante a gestação.

Se você não se sente seguro para acompanhar o parto ou se perceber que estão acontecendo complicações durante o grande dia, melhor chamar um veterinário! Tenha desde já o contato de um veterinário ou clínica com atendimento 24h e observe que certas raças de animais tem uma disposição maior a complicações devido a sua fisiologia. A duração esperada do parto é 2 horas para as gatas e 6 horas para as cadelas.

Desmame e as primeiras vacinas

No desmame a nossa responsabilidade se multiplica. Até que este período termine, continue com a alimentação especial da mamãe lactante e comece com os cuidados dos filhotes.

O desmame para os filhotes de gato acontece entre a 3ª e a 8ª semana de vida e neste período deve acontecer a transição de alimentos líquidos para os sólidos. Segundo Natália, “o alimento Mother & Baby Cat da Royal Canin é ideal para esta fase, já que possui versão mousse e sua versão seca pode ser hidratada, transformando o alimento em um “mingau” apetitoso e saudável, facilitando a ingestão e digestão do filhote e auxiliando o tutor nesta fase”.

Os cães passam por um tempo parecido de desmame, entre 25 e 60 dias segundo o Dr. Jorge Moraes, veterinário e fundador da rede Animal Place. O veterinário também lembra da importância de fazer a transição gradual para os alimentos sólidos, que pode ser feita com papinhas específicas para os cães nesta fase.

As mamães pets também vão ficar agradecidas se a gente já providenciar as primeiras vacinas dos seus filhotinhos neste período de desmame. “É preciso se atentar também para os cuidados preventivos, com a vermifugação regular, quando é possível administrar nutracêuticos e, em alguns casos, complexos de vitaminas e aminoácidos”, alerta Jorge.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *