Você conhece a bichoterapia?

bichoterapia

Para quem tem animais em casa, sabe muito bem do prazer da companhia e o carinho que os bichinhos proporcionam. Por isso, a bichoterapia consiste em usar a companhia dos animais para fins terapêuticos e vem ganhando espaço.

Alguns serviços de saúde brasileiros já estão implementando esse tipo de abordagem. Há hospitais em São Paulo que já inserirem animais na rotina de pacientes. Na cidade de Paulina, por exemplo, há o serviço de bichoterapia oferecido gratuitamente pela prefeitura, na área geriátrica. Aliás, as crianças e os idosos são os principais pacientes desse tratamento. A companhia ajuda a melhorar quadros com sintomas antissociais ou transtornos de desenvolvimento.

Mas por que essa terapia tem resultados tão positivos?

É importante pontuar que a bichoterapia ajuda principalmente a reduzir sintomas psicológicos, mas não é responsável pelo desaparecimento desses. É preciso estar alinhada em um tratamento longo, com auxílio de profissionais de diversas e específicas áreas, só assim podendo levar a superação completa do problema.

Segundo os especialistas, os pets aumentam a velocidade ao de cura. Em todo o mundo não param de aparecer pesquisas confirmando o valor terapêutico do animal de estimação. Um deles, feito pela conceituada Associação Americana de Cardiologia (AHA American Heart Association), mostrou que 94% dos pacientes que tinham bicho em casa e passaram pela UTI sobreviveram um ano após a alta, contra 71% dos que não contavam com a companhia de um pet.

Animais são seres despidos de conceitos morais que humanos apresentam, como vergonha ou preconceito. Então, eles não mudam suas atitudes diante do diferente. Isso aumenta o sentimento de aceitação que os pacientes precisam, auxiliando-os psicologicamente para a auto aceitação, muitas vezes um dos principais empecilhos dos tratamentos.

Um comentário em “Você conhece a bichoterapia?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *