“Setembro Vermelho”: cuidados com o coração dos pets

Setembro Vermelho e cuidados com o coração

Você conhece o Setembro Vermelho? A partir da iniciativa de diversas instituições de saúde animal, em todo o mês de setembro será lembrada a importância da conscientização do cuidados com problemas cardíacos nos pets. No dia 29 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Coração e não podemos deixar de lado os problemas de saúde dos nossos amiguinhos.

Saiba mais sobre a Insuficiência Cardíaca Congestiva

A anomalia acontece quando o coração do animal não consegue levar o sangue necessário para todo o corpo, perdendo sua capacidade de bombeá-lo. É comum que a doença acomete animais de meia-idade ou idoso.

Como muitas vezes não possui sintomas perceptíveis, é essencial a realização de check-up’s conforme a idade do bichinho.

Em cachorros, é necessário ficar atento a algumas raças que são mais pré-dispostas a apresentar algum problema cardíaco. Em cães pequenos, raças como Poodle, Dachshund, Shi-tzu, Schnauzer miniaturas e outras de portes menores são mais acometidas por problemas de válvulas cardíacas.

Identifique os sintomas

Quando os sintomas são perceptíveis, eles incluem falta de energia, tosse, emagrecimento, falta de apetite, desmaios, dificuldade em respirar e intolerância a exercícios. Os animais de idade estão no grupo de risco, o que não quer dizer que cães jovens não possam desenvolver a doença.

É recomendado que nas consultas de check up em cães com mais de sete anos seja feito um hemograma, que pode indicar alterações nos rins e fígado. O veterinário pode confirmar, ou não, a necessidade de realizar um exame mais específico, como raio-x do tórax, ecocardiograma e eletrocardiograma.

Tratamento para a Insuficiência Cardíaca Congestiva

A insuficiência cardíaca congestiva não tem cura, porém é possível tratá-la para que seu amiguinho possa viver bem. O acompanhamento do médico veterinário é fundamental e vitalício. Os medicamentos também podem ser aliados necessários para amenizar os sintomas e cuidar coração do seu pet.

Um comentário em ““Setembro Vermelho”: cuidados com o coração dos pets”

  1. Muito boa a reportagem. O meu poodle de 16 anos tem problema grave de válvula cardíaca.
    O tratamento é feito com o medicamento fortkort que, segundo o veterinário/cardiologista pode ser substituído pelo medicamento enalapril (muito mais barato). Ainda usa o medicamento pimodenbam (manipulado), recomendado também pelo cardiologista, juntamente com o diurético furosemida.
    Além dos medicamentos também administro dois suplementos: Coenzima Q-10 e Resveratrol. O tratamento está dando resultados consideráveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *