Viagem internacional com pet: saiba como se planejar

Viagem internacional com o pet: Saiba os procedimentos!

Entre cães, gatos, peixes e aves, hoje já são mais de 132 milhões de animais de estimação no Brasil de acordo com levantamento do IBGE. O enorme número demonstra o carinho que temos com nossos pets, considerando-o um membro da família.

Com uma relação cada vez mais próxima aos bichinhos de estimação, nada mais natural que mais e mais pessoas tenham optado por levar os pets quando viajam, até mesmo para destinos internacionais.

Se está se programando para seu próximo destino fora do país, confira algumas dicas para ter uma viagem mais tranquila junto com o seu pet!

 

Vacinação

Cada país tem suas próprias legislações sobre a entrada de animais. O padrão é que todos eles precisam estar vacinados com a anti-rábica e um certificado veterinário internacional (CVI), um documento emitido pelo Ministério da Agricultura. Ainda assim, é fundamental pesquisar sobre o destino. 

É recomendado que inicie o processo de exames e documentação, no mínimo, 30 dias antes da data da viagem.

Viagem

Para viagens na cabine, ou seja, junto do tutor, existem algumas restrições. Caso queira viajar com seu pet por perto, primeiramente ele precisa ter até 7 kg. Também é necessário que o pet seja transportado em uma caixa apropriada de acordo com as regras da maioria das companhias áreas.

Além disso, é exigido que haja espaço suficiente na caixa para que o bichinho consiga ficar de pé e completar uma volta ao redor de si mesmo. 

Para animais maiores – principalmente cães de médio e grande porte -, a viagem deve ser realizada no bagageiro do avião. Apesar da regra, é importante ressaltar que existe uma série de raças que não podem realizar a viagem nesse compartimento devido à problemas respiratórios. Nesses casos, o animal precisa cumprir as regras da companhia para embarcar na cabine.

Restrições

Algumas raças como Pit Bull e Fila Brasileiro não são permitidos em vários países por serem consideradas agressivas.

Animais com menos de 4 meses também não podem realizar viagens internacionais por não ter tomado todas as vacinas ainda.

Passeio pet

Se está planejando levar seu bichinho em sua viagem, pesquise também os programas que poderá incluí-lo. Se for optar por hotel em vez de moradia, procure por algum que ofereça serviço para seu bichinho também.

Se o destino ainda não foi definido, países como Inglaterra, França e Hungria tem uma cultura pet-friendly. Em bares e restaurantes abertos, é permitido levar seu amiguinho. Também é bastante comum encontrar vasilhas com água e comida pelas ruas.

Na Florida, um dos destinos que mais recebe brasileiros nos Estados Unidos, existem parques especialmente para os animais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *