Gatos ou cachorros: brasileiros preferem os felinos

Preferência por gatos

A paixão dos brasileiros pelos cachorros continua firme e forte. Apesar dos cães ainda liderarem com o maior número entre os animais de estimação no Brasil, os gatos têm crescido na preferência dos brasileiros.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (ABINPET), existem mais de 23 milhões de gatos no Brasil. O número cresceu mais de 20% nos últimos 6 anos segundo o IBGE 2017. O crescimento corresponde à 8% de aumento por ano, enquanto que os cachorros ficam à 4% ao ano.

Em outros países, como a Alemanha, por exemplo, existem 59% mais gatos do que cães. Seguindo na mesma linha, a França tem 48% à mais, e nos Estados Unidos 20%.

Mas o que essa nova preferência por gatos quer dizer?

Vários motivos têm levado os novos tutores a optarem pelos felinos, ao invés de um cãozinho.

Uma delas são os novos apartamentos – cada vez menores -, que permeiam as grandes cidades. Os cães são animais que, no geral, necessitam de mais espaço e exercícios diários.

Gatos se adaptam com mais facilidade às rotinas dos dias atuais, principalmente para os profissionais que necessitam passar mais tempo longe de casa. Diferente dos cães, que podem sofrer da síndrome do abandono quando passam os dias sozinhos e não possuem toda a atenção que precisa, os felinos possuem uma desenvoltura mais independente, até mesmo tomando seu próprio ‘banho’ ao se lamber.

Cada vez mais a personalidades dos gatos vem sendo desvendada, junto com essa desmistificação de que são animais difíceis de lidar. Felinos são animais tão carinhosos quanto cães. 

E você? Prefere cachorros, gatos ou os dois? Confira também a diferença entre tutores de cães e gatos

Um comentário em “Gatos ou cachorros: brasileiros preferem os felinos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *