Vitiligo em pets: é possível que os animais desenvolvam a doença!

vitiligo-em-pets

O vitiligo é uma doença conhecida por despigmentar a pele, causando manchas esbranquiçadas pelo corpo e rosto. Porém, essa condição também pode surgir nos animais e não é tão rara como a gente pensa.

Saiba mais sobre o vitiligo em pets!

 

O que é o vitiligo?

O vitiligo causa a diminuição das células responsáveis por produzir a melatonina, o que resulta em manchas claras pelo corpo, olhos e cabelo. Não se sabe ao certo a causa da doença, mas acredita-se que pode ser uma herança genética ou ainda um ataque autoimune do próprios sistema imunológico.

Há também hipóteses que ligam o vitiligo com estresse ou exposição exagerada ao sol, mas a real causa ainda não foi comprovada.

 

O que precisa de atenção?

Caso sejam detectadas algumas manchas claras no corpo do seu bichinho, a indicação é levá-lo ao veterinário, pois o vitiligo é apenas uma das possibilidades. O diagnóstico pode ser realizado por exames físicos ou detectado por características autoimunes no exame de sangue.

O vitiligo não é uma doença contagiosa. Além disso, não afeta a saúde do animal, tendo apenas a característica estética. Algumas raças estão mais propensas à doença: em gatos, os siameses têm mais probabilidade de desenvolver a condição; já em cachorros, Pastor Alemão, Rottweiler, Doberman, Pinscher, Rottweilers e Dachshunds.

Por conta da falta de melanina, é preciso tomar o dobro de cuidado com o sol, visto que a pele sensível pode facilmente acabar queimada.

Também é preciso se atentar para os fios brancos. Caso o pet já tenha alguma idade, fios brancos não quer dizer que ele esteja, de fato, com vitiligo. É comum o pelo dos animais se tornar grisalho.

 

Famosos na internet

 

Ellie

O vitiligo em humanos pode trazer diversas consequências psicológicas como perda da autoestima, depressão e até dificuldade para socializar. Porém, os pets não sentem toda essa pressão estética. E até o contrário! Existem dois bichinhos fazendo sucesso nas redes sociais com seu visual exótico!

A gatinha Ellie é da raça tuxedo. Ou seja, aqueles felinos escuros com a barriga branquinha, sempre de duas cores. Após o vitiligo, Ellie ganhou uma coloração única, e os pelos pretos desapareceram.

Com quase 17 mil seguidores, Ellie segue vivendo muito bem com sua dona e seu irmãozinho!

(Reprodução/Instagram)

 

Rowdy

O cãozinho Rowdy é outro que possui a condição do vitiligo. Isso lhe rendeu várias manchas brancas em seus pelos pretos. Porém, as mais charmosas são as que ficam ao redor de seus olhos, tornando o visual do cachorro tão marcante.

Rowdy tem mais de 100 mil seguidores em suas redes sociais. Com isto, promove encontros com crianças que possuem a mesma condição que eles. A intenção é devolver a confiança aos pequenos, que enchem o pet de amor. 

(Reprodução/Instagram)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *